22 de jul de 2015

Meus Atores Favoritos do Drama Coreano


Fazer uma lista de atores coreanos (em drama) favoritos é bem mais difícil do que de atrizes, já que há tantos nomes para destacar. Mas, numa era em que predominam os garotos metrossexuais, resolvi enfocar, desta vez, os atores que exalam uma ‘vibe’ mais energética, mais masculina. Em geral, isto já elimina em boa parte a geração atual de atores, que dá tanta (ou mais) importância ao visual do que à atuação em si. Nada contra os ‘flower boys’, que encantam a telinha, e os muitos produtos que patrocinam... Mas nada como um ar mais rústico para mexer com o coração da mulherada, não é mesmo? Sendo assim, estes são os meus machões favoritos...


O primeiro nome que me vem à mente é Cha Seung-won, que, para muitas de suas fãs, será para sempre o carismático político Jo Gook, do drama The City Hall (2009). O ator transita com versatilidade entre os vários meios artísticos, do cinema para a TV, do teatro para as passarelas da moda. Ainda estou esperando um grande filme em sua carreira, embora tenha gostado muito de Eye for an Eye (2008) e The Big Scene (2005). Seu melhor par romântico, sem dúvida alguma, é Kim Seon-ah, no inesquecível The City Hall (da incensada roteirista Kim Eun Sook). Atualmente Seung-won está arrasando no drama épico Hwajung (Splendid Politics), no papel do rei Gwanghae. Poucas vezes se viu um imperador tão elegante e imponente, do alto de seus 1,88 m. Sua melhor qualidade é seu senso de humor, que sempre transparece no olhar, e em sua risada gutural inconfundível. Seu papel mais desafiador foi o de um policial que gosta de se travestir, no filme Man on High Heels.


Por falar em homens altos, Choi Jin-Hyeok também é um bom exemplo do de ator que chama a atenção por seus charmes masculinos. Descontado o gosto duvidoso por tinturas de cabelo exóticas, Choi Jin-Hyeok é um ator da nova geração, com a elegância clássica dos veteranos. Com 29 anos de idade, o ator adiou até o último instante sua ida para o serviço militar obrigatório, e agora, infelizmente, teremos de esperar ansiosamente por sua volta à mídia. Em seu último papel, no drama Pride and Prejudice, ele provou estar em plena forma, como ator, e como homem. E após múltiplos papeis românticos coadjuvantes – I Need Romance, Fated to Love You - Choi Jin-Hyeok provou estar preparado para assumir o título de galã dos dramas coreanos. Lindo, bom ator, e excelente cantor, o que se pode esperar mais deste rapaz? Volte logo, Choi Jin-Hyeok!

 
Lee Seon-gyoon é o tipo de ator que consegue me surpreender cada vez que o vejo, em um novo projeto. Seja no cinema, ou na TV, Lee Seon-gyoon não se acomoda, e está sempre em busca de maiores desafios como ator. A primeira vez que vi o ator foi no drama Pasta, e a princípio não entendi como haviam escolhido um ator pouco fotogênico e de voz fanha (?!) como protagonista. É claro que foi apenas a primeira impressão, pois algumas cenas depois, eu já estava completamente apaixonada por aquele chefe de cozinha misógino e esnobe. A atriz Yoon Eun-hye comentou em entrevista que, ao contracenar com Lee Seon-gyoon no drama Coffe Prince, ficou encantada com sua boa índole, e dedicação absoluta à mulher e aos filhos (ele é casado com a atriz Jeon Hye-jin-II). Esse caráter amistoso do ator está sempre presente, e nos faz querer conhecê-lo melhor, a cada novo personagem que encarna. Amo em especial seu trabalho no drama Miss Korea, como o ‘pigmaleão’ moderno Kim Hyeong-joon. Nos últimos anos Lee Seon-gyoon vem se dedicando mais ao cinema (A Hard Day, Love is a Virus), e vale muito a pena acompanhar esta boa fase de sua carreira. Grande ator, Lee ‘The Voice’ Seon-gyoon!


Como comentei na introdução, a nova geração de atores coreanos carece de certa rudeza, um charme essencial a determinados papeis, mas o jovem Yoo Ah-in é uma exceção a ser exaltada. Desde seu primeiro papel protagonista no drama épico Sungkyunkang Scandal (KBS, 2010), até o reconhecimento atual no cinema (Punch, Thread of Lies), Yoo Ah-in, já tem o currículo digno de um veterano. Yoo Ah-in é mais sexy do que bonito, mais elegante do que forte; é um homem que tem o tipo de charme a ser descoberto aos poucos, mas cuja intensidade é desconcertante. Foi com seu personagem mais marcante, Moon Jae-sin, o rebelde charmoso de Sungkyunkang Scandal, que descobri o significado do termo ‘second lead Syndrome’. Meu sonho é ver uma comédia romântica estrelada por Yoo Ah-in, e apreciar seu belo sorriso cheio de covinhas, enquanto olha para sua amada...


Numa lista pessoal, Jang Hyeok deveria ser o primeiro colocado, tanto como ideal de homem, quanto de ator. Bonito, sem ser afetado, simpático, educado, respeitado pelos colegas, versátil como ator – do romance à comédia, do thriller ao drama, Jang Hyeok encara qualquer batalha com o mesmo entusiasmo... Meu primeiro encontro com Jang Hyeok foi no cinema (Windstruck), mas foi no drama Chuno (2010) que me apaixonei perdidamente por este ator. Logo depois assisti um drama anterior, Thank You (2007), e minha admiração por Jang Hyeok como ator só cresceu. Aliás, estes dois personagens, Dae-gil, o nobre transformado em caçador de escravos, e o médico Min Gi-seo são meus dois personagens favoritos, até o momento, da carreira de Jang Hyeok. Não por acaso, dois personagens muito parecidos, repletos de paixão e melancolia, na mesma proporção. Embora a cinematografia do ator seja um tanto quanto irregular, gosto muito do thriller The Client (um Jang Hyeok muito diferente do que estamos acostumados a ver) e The Flu (um filme irregular, mas ele nunca esteve tão lindo, como bombeiro!). Recomendo também o drama Midas, e o épico Deep-rooted Tree.


Será que existe alguém que não goste de Gong Yoo? Como ator, ele é admirado e disputado, e como pessoa, é encantador! Ao menos é a impressão que passa, através de entrevistas, ou de depoimentos de colegas atores. Gong Yoo tem aquele ar de garotão despreocupado – o imagino no papel de um surfista, passando os dias à beira-mar, com aquele corpo escultural, bronzeado (suspiro). Mas ele também tem um lado mais introspectivo e suave, que pode ser vislumbrado (dentro de sua curta carreira), no drama Big (talvez sua melhor atuação até o momento) ou no filme The Crucible (sua primeira incursão em um papel mais dramático). Gong Yoo ainda tem muito a mostrar como ator, e espero que, com a maturidade, venham papeis mais desafiadores, seja no cinema ou na TV.


Kim Woo-bin é mais um exemplo de ator da nova geração que foge dos estereótipos de ‘flower boy’ ou ídolo kpop. Apesar da carreira original de modelo, Kim Woo-bin não tem uma beleza convencional, e conquistou seu espaço como ator, graças a um talento natural, e um magnetismo inegável. Em seu primeiro papel na TV, no drama especial White Chritmas, ele já chamava a atenção, como o rebelde de cabelos vermelhos, Kang Mi-reu. Mas foi com os dramas School 2013 (em bromance inesquecível com Lee Jong-seok) e The Heirs (em que rouba a cena do protagonista, Lee Min-ho) que Woo-bin conquistou de vez nossos corações. É de se aplaudir também sua incursão muito bem sucedida nos cinemas, com filmes como Friend, the Great Legacy, e o mais recente, Twenty. O próximo passo de Woo-bin deve ser o de protagonista em um drama de TV, e espero que ele tenha paciência para escolher um projeto que faça jus à sua qualidade como ator.


Eu poderia copiar e colar o perfil de Lee Seon-gyoon para falar sobre Uhm Tae-woong, já que ambos são atores que possuem um charme que deve ser descoberto (e desfrutado) pouco a pouco... Uhm Tae-woong é aquele cara que pode seduzir uma mulher não tanto pela aparência, mas certamente pela gentileza e cavalheirismo. Ele é o tipo de homem que poderia se produzir mais e ficar mais bonito, mas que consegue conquistar com sua aparência às vezes desleixada, outras vezes puramente máscula. Em filmes como Cyrano Agency, ou Never Ending Story, que ele consegue transformar personagens triviais, em figuras complexas, e cheias de nuances. O mesmo acontece em dramas como The Devil, ou o mais recente, Valid Love, quando, ao confrontar-se com rivais mais jovens e belos (Joo Ji-hoon, e Lee Soo-hyuk, respectivamente) Uhm Tae-woong prova que pode balançar o coração de qualquer donzela...


Joo Sang-wook está muito perto de Cha Seung-won em grau de poder másculo, e é um dos atores mais bonitos da atualidade. Realmente, a beleza deste homem é hipnotizante, e não é apenas uma opinião pessoal – me recordo de um comentário divertido da atriz Ha Ji-won, sobre seu encontro com Joo Sang-wook no filme The Huntresses, e de como o ator fazia “seu coração bater loucamente” cada vez que o via. E o melhor de tudo é que Joo Sang-wook é um ótimo ator, tanto em dramas (TEN, Good Doctor) como em comédias (Cunning Single Lady, Birth of Beauty). Só falta um grande filme na carreira deste ator, para que ele atinja a perfeição!


Seo In Guk é um ídolo pop, sim, mas não pode ser classificado como um ‘flower boy’, e, apesar de ser muito estiloso, como todo rapaz de sua geração, tem testosterona o bastante para entrar nesta listinha. Foi quase num piscar de olhos que o cantor aclamado em um concurso de talentos virou protagonista de dramas. Mas é só parar para contemplar o rosto perfeito de Seo In Guk devorando a telinha, para admitir que ele nasceu para brilhar. Seo In Guk ainda não é um ator completo, mas, se tiver tempo para desenvolver suas habilidades cênicas, pode ambicionar papeis mais complexos. Com King of High School ele já provou seu poder de improvisação e talento cômico, e, agora mesmo com Remember You, seu lado mais dramático.

Estes são os atores que acho que merecem estar entre os top ten, mas poderia acrescentar tantos outros à esta lista, como So Ji-sub (Master´s Sun), Eric (Discovery of Romance), Ji Jin-hee (The Man Who Can´t Get Married), Joo Ji-hoon (Mask), Sin Ha-gyoon (Brain), Lee Dong-geon (When It´s At Night), Lee Seo-jin (Lovers), Lee Seong-jae (Warm and Cozy), Taecyeon (Assembly)...

4 comentários:

  1. ADOREI o post Sam! Aliás, sempre fico querendo te aplaudir em todo post seu que leio! Sonho igual vc qdo crescer mulher! Hehehehee Escreve muito bem, tanto que mesmo quando critica um drama que eu gostei demais, mesmo assim vc me faz ver coisas que até então não tinha percebido. Sobre o post em si, ADOREI a lista! Conheço todos, mas nem todos os trabalhos de cada um! Fiquei surpresa por ver nomes como Woo Bin e Seo In Guk na sua lista, não imaginava! Mas os demais, adoro tbm, e realmente, mais do que rostos bonitos, atuam muito bem e fazem a diferença na pancada de atores bonitos ala flower boys! Mais uma vez, parabéns pelo post! Passo sempre aqui pra conferir se tem post novo viu! *_*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alayana,

      primeiro, obrigada por se animar a ler o post inteiro,
      segundo, teus elogios me deixam encabulada, mas muito feliz!
      só espero que não achem que vc é uma criação do meu alter-ego, rererê!

      bjs,
      Sam.

      Excluir
  2. Fran Oliveira11:30 PM

    Oi Sam, tudo bem?

    Que lista incrível, de fica babando! Assino em baixo de cada linha, quer dizer, apenas uma exceção, por mais que eu tente não consigo gosta do Kim Won Bi, não me pergunte por que, apenas não consigo. Fiquei surpresa ao ver Seo in guk na sua lista, gosto muito dos trabalhos dele, fiquei encantada com ele em Raply 97, o primeiro trabalho dele que vi, você assistiu? Jang Hyeok, eu passo mal com esse homem, e com a boca dele, ficou um pouco quente de repente! Eu só acrescentaria o Song Seung Hun.
    Novamente tenho que elogiar sua escrita, quem sabe um dia eu chego lá, e tenho que agradece, pois muitos dos filmes que você sitou eu não conhecia, vou correr pra conferir, em especial The Flu, Jang Hyeok bombeiro... ok eu preciso me recompor agora.
    Bjos e até o próximo post, que eu espero que não demore.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fran,

      te perdoo por não curtir o Woo-bin, mas também não precisa gostar tanto do Jang Hyeok, ok? ; )
      E tem razão, Song Seung-hun é belíssimo, embora eu prefira encaixá-lo na lista de gatos metrossexuais... Mas foi uma boa lembrança - espero por mais sugestões da mulherada sobre nomes esquecidos...

      bjs,
      Sam.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...