7 de dez de 2017

Midnight Runners (filme, 2017)




País: Coréia do Sul
Gênero: Ação, Policial, Comédia
Duração: 109 min.
Distribuição: Lotte Ent.

Direção e Roteiro: Kim Joo-hwan

Elenco: Park Seo-joon, Kang Ha-neul, Park Ha-sun, Sung Dong-il, Bae Yoo-ram, Go Joon.

Resumo

Dois alunos da Academia de Polícia de Seul testemunham o sequestro de uma jovem e decidem investigar o caso por conta própria.

Comentário

Midnight Runners é um filme de ação com boas doses de comédia, que usa a fórmula infalível “dupla policial em apuros”, que fez tanto sucesso no cinema norte-americano dos anos 90.

O filme já começa muito bem quando somos apresentados aos novos recrutas da polícia coreana, e acompanhamos sua puxada rotina escolar, de perfil militar. Ao contrário do que seria natural esperar, a dupla protagonista tem motivos muito prosaicos para escolher uma carreira tão desafiadora. Kang Hee-yeol (Kang Ha-neul), com sua inteligência excepcional, poderia ter entrado em qualquer grande universidade, mas optou por ser um policial (segundo ele mesmo), apenas para fugir do lugar comum. Park Ki-joon (Park Seo-joon), por outro lado, escolheu este caminho simplesmente por não ter condições financeiras de cursar o ensino superior. Sendo assim, seria razoável imaginar que os dois garotos iriam passar maus bocados durante o treinamento na academia. No entanto, para nossa surpresa, parece que a dupla possui o dom natural para combater o crime. A princípio, o brigão Ki-joon implica com o colega nerd Hee-yeol, mas da convivência forçada nasce uma bela amizade (ainda mais quando Ki-joon descobre que Hee-yeol é filho de um açougueiro 😂).


Em sua primeira noite de folga, os amigos combinam ir a uma boate, coisa que nunca fizeram na vida. Infelizmente, eles não conseguem se integrar bem no ambiente festivo, - em cena hilária, uma garota fica pouco impressionada ao ser informada por Ki-joon que ele é um aspirante a policial, e faz questão de ressaltar que ele será pobre para o resto da vida, rerere. Após a incursão fracassada na boate, eles bebem soju em um boteco, onde refletem pela primeira vez sobre seu futuro como agentes da lei. A rotina na academia não é nada inspiradora e eles sentem que não estão aprendendo nada de útil ali.
Saindo do bar eles avistam uma bela jovem caminhando sozinha na rua, e resolvem segui-la, tentando armar-se de coragem para abordá-la para conversar.
Subitamente, uma van para em um beco escuro e a garota é violentamente abduzida. Eles tentam correr atrás do carro, mas o perdem de vista. Sem conseguir a ajuda da polícia, eles resolvem investigar o crime sozinhos, e se deparam com uma gangue perigosa, que age no bairro chinês, onde nem mesmo a polícia costuma se aventurar.

Park Seo-joon (Fight My Way, A Witch´s Love, Beauty Inside), em seu primeiro papel protagonista no cinema, arrasa como o ‘esquentadinho’ Ki-joon, e mostra ao mundo seu talento para a comédia (o que não é surpresa para quem conhece o rapaz dos dramas na TV). E Kang Ha-neul (Like for Likes, Twenty, Misaeng), já veterano do cinema, passeia com tranquilidade no papel do tímido Hee-yeol. O elenco é bem enxuto, mas vale a lembrança de Sung Dong-il (Reply 1988), como o Prof. Yang Sung-il, e Park Ha-sun (Drinking Solo), como a policial e treinadora da academia Lee Joo-hee. Inesquecível mesmo é a cena eletrizante de luta entre Go Joon (Save Me) e os jovens policiais.


O diretor e roteirista Kim Joo-hwan (Goodbye My Smile, Koala) apresenta o drama policial clássico para esta nova geração de cinéfilos, com muita leveza, numa linguagem ágil e cômica, mas nunca vazia. Na corrida contra o tempo para salvar a vida de uma jovem desconhecida, Ki-joon e Hee-yeol reafirmam sua vocação, aprendem muito sobre integridade profissional, solidariedade e, acima de tudo, vivem um bromance de sonho 😍!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...