1 de out de 2013

Lupin no Shosoku (drama special, 2008)



País: Japão
Gênero: Policial
Formato: Tanpatsu
Duração: 120 min.
Produção: WOWOW TV

Direção: Mizutani Toshiyuki

Roteiro: Tanabe Mitsuru, Mizutani Toshiyuki, baseado no romance Lupin no Shosoku (Lupin's News), de Yokoyama Hideo

Elenco: Kamikawa Takaya, Okada Yoshinori, Sato Megumi, Arai Hirofumi, Kashiwabara Shuji, Fukikoshi Mitsuru, Tsuda Kanji, Endo Kenichi, Hada Michiko, Nagatsuka Kyozo, Masana Bokuzou, Shion Mahida.


Resumo

O suposto suicídio de uma professora, há 15 anos, pode ter sido na verdade um assassinato. O detetive Mizogori Yoshito lidera a equipe que irá investigar o crime. Por coincidência, na mesma época em que a professora era encontrada morta, prescrevia o famoso crime do roubo de 300 milhões de yenes, antes que Mizorogi pudesse solucioná-lo. E agora, mais uma vez a polícia terá de correr contra o tempo para prender o culpado.

Comentário

O Japão tem uma tradição de grandes romancistas dedicados ao gênero policial, e a TV e o cinema tem se apropriado muito bem deste rico material. O ator KamikawaTakaya já entrou para o imaginário dos grandes detetives, com o personagem Goda Yuichiro , criado pelo escritor Kaoru Takamura (Marks no Yama, Lady Joker). Mas antes de encarnar tão bem este herói, Kamikawa já ensaiava seus primeiros passos no gênero com o detetive Mizorogi Yoshito, neste drama especial, baseado no romance Lupin no Shosoku, de Yokoyama Hideo.


A estória começa em 1975, com o detetive de polícia Mizorogi amargando uma terrível derrota profissional. Após uma investigação que mobilizou todos os recursos da polícia para tentar resolver o roubo de um malote de banco no ano de 1968, o principal suspeito, gerente de um café, Kazuya Utsumi (Endo Kenichi, de Strawberry Night) é liberado, por falta de provas, e porque o crime havia prescrito, segundo a lei, após 7 anos do ocorrido.


 

Exatamente 15 anos após este fato, em 1990, a polícia recebe uma denúncia anônima de que o suicídio de uma professora teria sido, na verdade, um assassinato. O comissário de polícia Fujiwara Iwao (Nagatsuka Kyozo) convoca o detetive Mizorogi para liderar uma força especial que tem a tarefa ingrata de tentar resolver o caso em 24 horas, antes que o crime prescreva (o prazo para prescrição do crime de homicídio é de 15 anos), e o possível culpado fique livre do braço da justiça.


O detetive Mizorogi é um homem determinado, mas, obviamente, o caso lhe traz lembranças dolorosas do crime não resolvido há 15 anos. Mas, para surpresa de Mizorogi, uma estranha coincidência parece ligar o roubo milionário à morte da professora Mina Maiko (Shion Mahida). Será esta a oportunidade para Mizorogi finalmente redimir-se e resolver o grande mistério que foi o caso “Lupin”?


A princípio, os dois crimes apresentados parecem seguir duas linhas paralelas, e que nunca irão sobrepor-se, a não ser por algum artifício forçado. Mas não é o que acontece, e a trama é elaborada de uma forma muito inteligente, como deve acontecer em um bom romance policial. O uso do flashback para ilustrar os fatos do passado é muito bem aplicado, conduzindo pouco a pouco a estória até o presente, para sua conclusão, surpreendente e, ao mesmo tempo, repleta de emoção.


Os principais suspeitos da morte da professora Maiko são três ex-alunos, interpretados pelos atores Okada Yoshinori (Iryu Sosa), Arai Hirofumi e Kashiwabara Shuji. Ao longo do interrogatório policial, os três homens relembram a amizade profunda que os ligava nos tempos de escola. Mas um fato dramático e inesperado acabou por separá-los, até a sua reunião forçada, 15 anos depois, na delegacia de polícia.


Com um elenco bem conhecido, e uma estória inteligente e sensível, Lupin no Shosoku é um drama altamente recomendáveis para os amantes do gênero policial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...