18 de mai de 2012

Righteous Ties (filme, 2006)


País: Coréia do Sul
Gênero: Ação, drama
Duração: 126 min.
Produção: CJ Entertainment

Direção e Roteiro: Jang Jin

Elenco: Jeong Jae-yeong, Jeong Joon-ho, Ryoo Seung-yong, Min Ji-hwan, Lee Moon-soo, Joo Jin-mo-I, Lee Sang-hoon-I, Jang Young-nam.

Resumo

Um excêntrico, mas fiel soldado da máfia, Chi-sung é mandado para a prisão por tentativa de homicídio. Mas quando seus pais são atacados por um líder mafioso rival, e seu chefe não faz nada a respeito, ele se dá conta que uma década de cega lealdade à gangue foi vã. Determinado a confrontar seu próprio chefe, ele tenta encontrar um meio de fugir do presídio com seus colegas de cela. Enquanto isso, seu amigo de infância, Joo-joong, tem a tarefa ingrata de impedir o plano de vingança de Chi-sung.

Comentário

Quem conhece um pouquinho de cinema coreano certamente já assistiu pelo menos uma das muitas obras de sucesso do jovem diretor e roteirista Jang Jin (1971), um dos responsáveis pelo renascimento da sétima arte no seu país na década de noventa. Sua sólida formação como teatrólogo trouxe para o cinema o talento especial para escrever diálogos realistas e ao mesmo tempo repletos de humor e fina ironia. É um diretor que se dedica com carinho a fazer seus atores brilharem. Um de seus atores favoritos (o meu também!), desde os tempos do clássico Guns and Talks (2001), é Jeong Jae-yeong, com o qual já repartiu parceria em filmes como Someone Special (2004), The Big Scene (2005), Welcome to Dongmakgol (2005), Going by the Book (2007) e Public Enemy Returns (2008) – todos altamente recomendáveis!


Righteous Ties é mais um filme do cineasta Jang Jin que não decepciona. Para quem já conhece o humor ácido e debochado característico de suas obras, Righteous Ties é um prato cheio. Um verdadeiro ‘exército’ de homens maus forma o elenco dessa ‘peça’ em três atos. No primeiro ato vemos o núcleo principal de um grupo mafioso, cujo chefe, Kim Young-hee, não tem remorso em descartar seus ‘soldados’ a qualquer sinal de perigo pessoal. E é assim que o seu ‘braço-direito’ Dong Chi-sung (Jeong Jae-yeong) vai parar na cadeia, ao cumprir uma ordem de eliminar um rival do mafioso. Chi- sung é um funcionário leal, e aceita sem reclamar cumprir a longa pena de 7 anos de prisão.

No segundo ato, dentro do presídio de segurança máxima, Chi-sung fica surpreso ao reencontrar o amigo de infância, Soon-tan (Ryoo Seung-yong), atualmente no corredor da morte, esperando uma futura execução. Mas tudo muda quando Chi-sung recebe a notícia de que seus pais sofreram um atentado de uma gangue rival, e seu chefe Kim Young-hee não fez absolutamente nada para protegê-los - contrariando o código de honra da máfia de que, quando um de seus homens está preso, é dever proteger sua família.

No último ato acompanhamos a trilha de sangue deixada por Chi-sung e seus companheiros, para vingar a injustiça cometida pelo chefe e quem mais estiver em seu caminho.


Jeong Joon-ho, ator (1970), está brilhante, como Joo-jung ,o outro amigo de infância de Chi-sung, e que assume seu posto de homem de confiança do chefe Kim. Ele é um bandido extravagante, emotivo, um sujeito fora de controle mesmo. Algumas das melhores falas ficam com Joo-jung, como quando ele tenta argumentar com um policial, na delegacia, de que é preconceito acharem que ele é um bandido só por causa de sua aparência (terno de tecido brilhante, camisa estampada). Além da carreira de sucesso no cinema (Love, In Between – 2010, Public Enemy 2 – 2004) ele é bem conhecido por seus trabalhos na TV, como nos dramas IRIS (2009) ou Queen of Reversals (2010).


Outro ator que devo destacar, entre um elenco tão bacana nesse filme, é o sempre competente Ryoo Seung-yong (1970), de quem já falei muito aqui nessa casa. Espetacular presença em filmes como The Recipe, The Front Line e Arrow, the Ultimate Weapon, Ryoo tem dois filmes na fila de espera para estrearem nesse ano de 2012: a comédia Everything About My Wife, e o ‘saeguk’ Masquerade.

Legendas, cortesia exclusiva TEA HOUSE and CINEMA: http://bit.ly/JCpTB0

Observação importante: "Esse não é um site do tipo 'fansub'. Todas as legendas traduzidas por esse blog foram feitas para consumo pessoal (para encaminhar a amigos e familiares) e são divulgadas aqui como cortesia. Portanto, não serão aceitos pedidos (de títulos de dramas ou filmes), sugestões (de formato de vídeo, etc.) ou reclamações (sobre atrasos, formato de arquivos, etc.). Por favor, peço a sua consideração e respeito, pois muitas horas de lazer e descanso são perdidas na realização dessas traduções.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...