5 de dez de 2011

Arrow, the Ultimate Weapon (filme, 2011)


País de Origem: Coréia do Sul
Duração: 122 min.
Direção e Roteiro: Kim Han-min
Elenco: Park Hae-il, Ryoo Seung-yong, Kim Moo-yeol, Moon Chae-won.

Resumo

No ano de 1636 aconteceu a segunda invasão dos bárbaros vindos da Manchúria ao território coreano. Treze anos antes, após a revolta do reino de Injo, os irmãos Nam-i e Ja-in ficam órfãos e vão morar no interior. No dia do casamento de Ja-in com Seo Goon, a vila é devastada pelos invasores, e muitos coreanos são aprisionados e escravizados. Nam-i, sozinho, parte no encalço do exército manchuriana para resgatar sua irmã e o cunhado, e chama a atenção do temido general Jyu Shinta, por sua habilidade excepcional com o arco e flecha.


Comentário

A maior bilheteria do ano de 2011 no seu país de origem (quase 8 milhões de espectadores), Arrow é um filmão. Com estrutura clássica de filme de ação, Arrow é uma dessas aventuras para se assistir sem piscar os olhos. Seus heróis são muito bons e os vilões muito maus, como devem ser numa estória dessas. Mas os personagens não são caricatos – até mesmo os bárbaros são possuídos por uma fúria e determinação que parece muito natural (e terrivelmente assustadora). Nam-i é um jovem que vive a constante tristeza pela perda do pai e, quando sua irmã se casa, ele se sente ainda mais sozinho no mundo. Apesar de ser uma pessoa simples e sem ambições, é um grande arqueiro, e é graças a essa habilidade que ele se transforma em um grande herói. Quem conhece o ator Park Hae-il, mas não sabe que ele faz parte do elenco, pode muito bem não reconhecê-lo, tal é sua transformação no papel do jovem arqueiro Nam-i. Outra atuação brilhante é do charmoso ‘ahjussi’ Ryoo Seung-yong, como o cruel general bárbaro Jyu Sinta. Outros destaques são de dois jovens atores, Moon Chae-won (como a corajosa Ja-in) e Park Ki-woong (como o príncipe Do Reu-gon), muito conhecidos pelos fãs dos dramas coreanos. Park Hae-il recebeu o prêmio de melhor ator no Blue Dragon Film Awards 2011, pelo filme Arrow.

Kim Han-min, diretor, roteirista (1969): Paradise Murderer (2006), Hand Phone (2009).

Park Hae-il, ator (1977): jovem mas já veterano ator, Hae-il é um dos atores mais respeitados e premiados do cinema coreano. Estrelou filmes como Heartbeat (2010), Moss (2010), A Million (2009), The Host (2006) e Memories of Murder (2003), entre muitos outros. É casado com a roteirista Seo Yoo-seon (“Drama Special - Ji-hoon's Born in 1982").


Ryoo Seung-yong, ator (1970): outro ator de carreira sólida no cinema e TV coreanos; pode ser visto em grandes produções como The Front Line (2011), Bestseller (2010), The Recipe (2009), The Big Scene (2005), e em dramas como Personal Taste (2010) e Iris (2009).


Kim Moo-yeol, ator (1982): After the Banquet (2009), Iljimae (drama, 2008).


Moon Chae-won, atriz (1986): The Princess Man (drama, 2011), My Fair Lady (drama, 2009).


Park Ki-woong, ator (1985): When It´s at Night (2008), Chuno (2010) e The Musical (2011).

4 comentários:

  1. Renata10:29 PM

    Você já conseguiu assitir este filme?
    Onde vc conseguiu?
    Sou muito fã dos 2 atores e espero ansiosa para poder assistir a este filme e mais ainda depois das premiações.

    ResponderExcluir
  2. Olá Renata,
    sim, já assisti Arrow, e adorei!
    Você pode ver online no site Dramacrazy.net,
    ou baixar aqui: http://bit.ly/tCsRvJ

    abraços,
    Sam.

    ResponderExcluir
  3. Ana Clara6:36 PM

    Qualquer coisa com o Park Hae Il eu vejo*.*

    ResponderExcluir
  4. Assino em baixo, Ana Clara!
    Adoraria vê-lo em um drama de TV, talvez em um 'sageuk', já que ele provou levar jeito para o papel de herói.
    abraços,
    Sam.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...