22 de nov de 2012

Dalja’s Spring (drama, 2007)


País de origem: Coréia do Sul
Gênero: Comédia Romântica
Duração: 22 episódios
Produção: KBS TV

Direção: Lee Jae-sang, Park Chan-yool
Roteiro: Kang Eun-kyeong

Elenco: Chae Rim, Lee Min-ki, Lee Hyeon-woo, Kong Hyeong-jin, Lee Hye-young, Lee Kyeong-jin, Kim Yeong-ok, Kil Yong-woo, Jang Young-nam, Kwon Ki-seon, Kim Seong-gyeom.

Resumo

Dal-ja é uma mulher solteira e bem sucedida profissionalmente. Mas ao completar 33 anos, surge o questionamento: até quando é possível esperar antes de assumir a responsabilidade de casar-se e ter filhos?

Comentário

Dalja’s Spring está na lista de meus dramas prediletos, pelo simples fato de que, à medida que o tempo passa, posso entender e simpatizar mais e mais com sua personagem principal. É isso que faz de um drama um clássico, não deixar que o tempo esmaeça sua beleza e a força de sua mensagem.

Chae Rim é Oh Dal-ja, uma gerente de um canal de TV de compras. Ela é dona de um belo apartamento, tem um carro, e uma vida dedicada exclusivamente ao trabalho. Não que ela não tenha interesse em rapazes, mas a falta de experiência faz com que suas tentativas em arrumar um namorado acabem sempre em desastre. O que sobra à jovem em experiência no trabalho, lhe falta no amor. Ingênua, se envolve com o diretor Shin Sedo (Kong Hyeong-jin), sem perceber que ele é um grande mulherengo, e fica furiosa ao perceber que ele não lhe é fiel.


Ela então decide contratar um namorado de aluguel, para se vingar e provocar ciúmes em Sedo. É assim que Dal-ja acaba conhecendo Kang Tae-bong (Lee Min-ki), um rapaz de 27 anos que faz bico como acompanhante de mulheres, e parece estar envolvido em muitas encrencas, já que vive fugindo de um bando de mafiosos. Tae-bong é pago para fingir ser o namorado de Dal-ja, mas com o tempo começa a sentir algo mais pela jovem.


A seguir, entra em cena o homem que vai balançar o coração romântico e sonhador de Dal-ja, Yeom Gi-joong (Lee Hyeon-woo). Gi-joong é um empresário bem sucedido, que dirige uma companhia de importação. Ele é um homem sofisticado, extremamente educado, mas, por outro lado, muito possessivo e uma pessoa que odeia perder. Aos olhos de Dal-ja, ele parece ser o legítimo príncipe encantado. Mas aos poucos ela irá perceber que a figura do homem perfeito pode acabar passando longe do que ela idealizara até então.

 
O roteiro consegue equilibrar muito bem a comédia, o romance e o drama, abordando sempre com realismo os problemas dos personagens. Aliás, os personagens secundários também têm espaço, e suas estórias de vida são interessantes e servem de apoio ao crescimento emocional dos personagens principais.


Entre um elenco secundário muito simpático, destaca-se o grande comediante Kong Hyeong-jin, um de meus atores favoritos, com uma carreira impressionante, tanto na TV (Chuno, 2010) como no cinema Couples ( 2011). E fazendo par romântico com Kong Hyeong-jin, a sempre elegante Lee Hye-young, como a apresentadora do canal de compras Wi Seon-joo. A diva Wi Seon-joo é um dos personagens mais surpreendentes deste drama, pois se a princípio ela parece moldada para ser a vilã da estória, acaba tornando-se aquela que influenciará a vida de nossa heroína, e de muitos outros ao seu redor.


Chae Rim e Lee Min-ki formam um par adorável, e o prazer e encanto que os dois sentem ao se conhecerem, pouco a pouco, é compartilhado por nós com igual intensidade. Chae Rim (1979) é uma ótima atriz, mas sua carreira não tem estado à altura de seu talento. Ela tem trabalhado regularmente, mas apenas em projetos televisivos, como Oh, My Lady (2010), Good Job, Good Job (2009) e Powerful Opponents (2008). Chae Rim é irmã do ator Park Yoon-jae (Faith, 2012).


Já o ator Lee Min-ki (1985), desde que iniciou sua carreira no cinema, não parou mais. Ele pode ser visto em uma dezena de bons filmes, como Chilling Romance (2011), Haeundae (2009) ou A Good Day to Have an Affair (2007). Seu mais novo filme, Interviewing Him and Her, tem estreia prevista para 2013.


Dalja´s Spring tem muito em comum com outro drama maravilhoso, The Woman Who Wants to Get Married, ao abordar com candura e naturalidade a vida da mulher moderna, e a busca incessante pela realização profissional e pessoal. Felizmente, em ambos os dramas, não se fazem concessões quanto ao desfecho da estória, optando pela realidade sobre a fantasia, mas sem perder o romantismo, é claro.



Sobre a roteirista: Kang Eun-kyeong tem escrito dramas de sucesso desde 2001, destacando-se os dramas Hotelier (2001), Hello, God (2006), Bread, Love and Dreams (2010) e Glory Jane (2011). Em 2013 estreia seu novo drama, Medical Novel, com Lee Seung-gi e Suzy.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...