19 de out de 2011

Sonho de Campeão (review de Take Off e Glove)

Com os jogos pan-americanos rolando, nada melhor do que entrar no clima e fazer uma sessão dupla com os filmes de tema esportivo Take Off e Glove.

Take Off é um filme que foi grande sucesso de bilheteria na Coréia do Sul, na época de sua estréia, merecidamente. É divertido e, acima de tudo, uma estória (real) impressionante e inesquecível.

Glove, mais tranqüilo, mas não menos emocionante, é uma daquelas estórias que poderiam acontecer em qualquer lugar do planeta, e por isso mesmo é um belo exemplo de vida.



TAKE OFF (Coréia do Sul, 2009)

Título alternativo: "Ski Jump"
Gênero:
Comédia, Drama, Esportes

Duração: 137 min.

Direção e Roteiro: Kim Yong-hwa

Elenco: Ha jeong-woo, Seong Dong-il, Kim Ji-seok-I, Kim Dong-wuk, Choi Jae-kwan, Lee Jae-eung, Eun-seong.

Ha jeong-woo, como Bob/Cha Heon-tae
Seong Dong-il, como treinador Bang
Kim Ji-seok-I, como Kang Chil-goo
Kim Dong-wuk, como Choi Heung-cheol
Choi Jae-kwan,como Ma Jae-bok
Lee Jae-eung, como Kang Bong-goo, o irmão de Kang Chil-goo
Eun-seong, como Bong Soo-yeon, filha do treinador Bang

Sinopse

No ano de 1996, uma pequena cidade sul-coreana está construindo uma mega-rampa de esqui, na esperança de sediar as Olimpíadas de Inverno. No meio da obra, o comitê local recebe a notícia de que não há atletas suficientes para competir. Eles resolvem formar, às pressas, uma equipe de salto de esqui para representar o evento. O ex-atleta de esqui alpino dos EUA, Bob, é um coreano adotado por norte-americanos que vem à Coréia à procura de sua mãe biológica. Com quatro outros atletas sem experiência ele forma o primeiro time coreano de salto de esqui. Um enorme desafio que esses jovens se comprometem a cumprir, e que pode mudar seus destinos para sempre.

Comentário

Não é de admirar o sucesso que esse filme fez nas bilheterias coreanas. Take Off é um filme vibrante, cheio de energia, humor (às vezes mais agridoce do que cômico) e ação. O jovem diretor e roteirista Kim consegue levar às telas uma estória real, que por si só já é espantosa, sem cair nos clichês dos dramas esportivos, e mantendo o ritmo até o final.

O elenco de Take Off também ajuda muito a dar veracidade à estória. O ator Ha jeong-woo , já bem reconhecido e premiado, é ancorado por um grupo de jovens atores não tão famosos, mas excepcionais. Cada um dos cinco rapazes tem a chance de brilhar e consegue deixar sua marca. Aconselho a não ler muito sobre a estória com antecedência, pois a surpresa e a diversão são garantidas. Para ver com a família, com os amigos, enfim, para ver e se emocionar. Imperdível!

Ha jeong-woo, ator (1979): The Client (2011), The Yellow Sea (2010), The Chaser (2008).

Kim Ji-seok-I, ator (1981): Personal Taste (drama, 2010), Chuno (drama, 2010), Love in Magic (2004).

Kim Yong-hwa, diretor (1971): 200 Pounds Beauty (2006).




GLOVE (Coréia do Sul, 2011)
Gênero: Drama
Duração: 144 min.

Direção: Kang Woo-seok
Roteiro: Kim Ki-beom-I

Elenco: Jeong Jae-yeong, Yoo Seon, Kang Shin-il, Jo Jin-woong, Kim Mi-kyeong, Kim Hye-wong.

Jeong Jae-yeong, como Kim Sang-nam, o jogador de baseball profissional
Yoo Seon, como a professora Na Joo-won
Kang Shin-il, como o professor Gyo-gam
Jo Jin-woong, como o agente Charles
Kim Mi-kyeong, como a madre superiora
Kim Hye-wong, como o estudante Jan Dae-geun


Sinopse

Baseado em fatos reais, Glove conta a estória de um time de baseball cujos membros são deficiente auditivos. Kim Sang-nam (Jeong Jae-yeong), um jogador de baseball profissional de temperamento difícil, é enviado para o interior para treinar um time de jovens de uma escola católica, para evitar a cobertura da mídia sobre seu recente envolvimento em bebedeira e briga. A princípio, Kim acha impossível ensinar baseball para um grupo de garotos que não podem ouvir, mas à medida que percebe sua grande motivação e esperança, começa a acreditar que eles podem jogar bem. Motivado pelos alunos e pela professora de música, o treinador começa a prepará-los para o campeonato nacional escolar. Mas o preconceito e o receio dos pais e da escola podem ameaçar o sonho desses jovens.

Comentário

Apesar de Glove não se afastar da fórmula “drama esportivo com lição de moral para enaltecer o espírito”, não há porque não gostar do filme. Até por que, ao contrário de muitos filmes norte-americanos do gênero, Glove nunca tira os pés do chão em termos de enredo. Acontecem transformações, mas não acontecem milagres. O convívio com os jovens estudantes traz uma nova perspectiva para a vida do jogador de baseball veterano, que estava em plena decadência física e espiritual. E esse prazer redescoberto e renovado pelo esporte é passado aos jovens deficientes, que sofriam com o preconceito da sociedade e com o próprio medo de encarar o futuro. E esse futuro não é uma fantasia de riqueza e fama, mas apenas o começo de uma vida mais digna e feliz para um grupo de garotos muito especiais.



Eu não me canso de exaltar o diretor Kang, seja por seu talento incrível de trás das câmeras, seja por sua capacidade em escolher sempre os atores certos para os papéis certos. Também, é só chamar sempre Jeong Jae-yeong, que é meio caminho andado para o sucesso da película. Mas o que mais admiro nesse diretor é o senso de humor que ele coloca, mesmo que em pequenas doses, até nas estórias mais pesadas que conta, pois não existe nada mais chato que o artista se levar à sério demais. Acho que esse pode ser um dos motivos para o diretor Kang e o ator Jeong formarem uma dupla tão harmoniosa – Jeong deixa transparecer sua simpatia e carisma naturais em cada papel que interpreta. Ele é o ator perfeito para encarnar o homem comum confrontado com um grande desafio.

Glove é dirigido pelo aclamado Kang Woo-seok (1960), de filmes como Silmido, Moss e Public Enemy.

Jeong Jae-yeong recebeu o prêmio de Melhor Ator por sua atuação no filme Moss (2010), também dirigido por Kang, no 31º Blue Dragon Film Awards.

Yoo Seon, atriz (1976): Moss (2010), Black House (2007), Terroir (drama, 2008).

Kang Shin-il, ator (1960): Silmido (2003), Black House (2007), Lie to Me (drama, 2011).

Jo Jin-woong, ator (1976): Chuno (drama, 2010), Deep-Rooted Tree (drama, 2011), Best Seller (2010).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...