2 de jul de 2012

Doctor Champ (drama, 2010)


País: Coréia do Sul
Gênero: Drama, Romance
Duração: 16 episódios
Produção: SBS TV

Direção: Park Hyeong-gi (Scent of a Woman)
Roteiro: No Ji-seol

Elenco: Kim So-yeon, Jeong Kyeo-woon, Eom Tae-woong, Cha Ye-ryeon, Jeong Seok-won.

Resumo

A médica Kim Yeon-woo (Kim So-yeon) é demitida do hospital em que trabalha por tentar denunciar um erro médico de seu superior. Sem alternativa, ela vai parar na clínica médica da vila olímpica sul coreana, onde a elite esportiva do país se prepara para as grandes competições. Ali, ela vai se envolver profissional e sentimentalmente com o judoca Park Ji-heon (Jeong Kyeo-woon) e o temperamental Dr. Lee Do-wook (Eom Tae-woong).


Comentário
 
Aproveitando o clima pré-olímpico,me  lembrei do drama médico-esportivo Doctor Champ, dos mesmos criadores do melodrama Scent of a Woman (2011).

Se Dr. Champ não leva a medalha de ouro no quesito romance, leva ao menos prata pelo conjunto da obra. Como drama esportivo é interessante, principalmente para quem se interessa por judô – o esporte mais enfocado no enredo. O tema da medicina esportiva também é original – principalmente ao mostrar a importância dos médicos no bom desempenho dos atletas, igual ou maior até do que a de treinadores e técnicos.

O diretor Park Hyeong-gi (ver Scent of a Woman) é conhecido por sua preocupação em explorar a estética pictórica de cada cena. Com a visão sensível de Park, uma simples corrida de táxi se transforma numa imagem poética... Ou ainda, quando centenas de balões coloridos iluminados sobem os céus da cidade... Cenas como essas fazem esse drama valer a pena ser visto.


O elenco talvez seja o fator mais crítico de Dr. Champ, principalmente a metade feminina dele. Eu até gosto da atriz Kim So-yeon (Gourmet), mas não é fácil simpatizar com seu personagem aqui. A Dra. Kim Yeon-woo é uma profissional capaz, mas ela consegue despertar sentimentos contraditórios com seu comportamento rígido. Com sua ética implacável, ela não perdoa deslize de ninguém, seja do colega Dr. Lee, ou de seus pacientes. Embora suas ações sejam corretas, acabam passando uma sensação de insensibilidade. Talvez seja por isso que o Dr. Lee prefira perseguir seu antigo amor, a treinadora Kang Hee-yeong (atriz Cha Ye-ryeon), do que a nova colega médica. Cha Ye-ryeon (My Black Mini Dress), por outro lado, não chega a ser uma má atriz, mas está longe de ter uma presença impactante.


Quanto ao elenco masculino, o drama está bem melhor servido. Eom Tae-woong (Dr. Lee) é um canastrão, mas seu charme compensa suas limitações como ator. Eu adorei seu trabalho no filme Cyrano Agency - acho que os papéis cômicos combinam mais com ele. Já Jeong Kyeo-woon (como o judoca Park Ji-heon) é um dos jovens atores mais promissores dos últimos tempos (Sign) e junto do ator Jeong Seok-won (Rooftop Prince) ele forma um ‘bromance’ inesquecível.


Ao final do drama, algo estranho acontece com a edição, e parece que fica faltando uma parte da estória – principalmente em uma cena importante de uma disputa de judô. Certamente não foi culpa do diretor, parece ter sido algum percalço da produção. Apesar disso, pode-se recomendar Dr. Champ como um drama divertido, bem produzido e com um tema original.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...