12 de jun de 2012

April Snow (filme, 2005)



Eles não podiam imaginar que aquele dia seria o começo de uma longa jornada emocional...

País: Coréia do Sul
Produção: Blue Storm
Gênero : Drama, Romance
Duração: 105 min.

Direção : Heo Jin-ho.
Roteiro: Heo Jin-ho, Kim Hyo-kwan.

Elenco : Bae Yong-joon, Son Ye-jin, Kim Kwang-il, Im Sang-hyo, Jeon Gook-hwan.

A estória...

Na arena de um concerto ao vivo, o diretor de iluminação In-su (Bae Yong-joon) sai do local às pressas, deixando o trabalho a cargo de seu subordinado. Em seguida, no saguão da sala de cirurgia de um hospital em Samchuk, Kangwon-do, ele encontra Suh-young (Son Ye-jin). Ele correu até lá ao ser informado que sua mulher, Su-jin (Lim Sang-hyo) sofrera um acidente de carro. In-su descobre que o marido de Suh-young, Kyung-ho (Ryu Seung-su), também estava no carro com sua esposa.

Enquanto Su-jin e Kyung-ho permanecem inconscientes com ferimentos graves, In-su e Suh-young descobrem que seus respectivos cônjuges tinham um relacionamento especial. Tanto para In-su como para Suh-young, é mais difícil aceitar o romance secreto deles do que o acidente trágico em que se envolveram. O que era amor passa a ser confusão, raiva e sentido de traição. Mas embora profundamente magoados, eles rezam pela recuperação dos cônjuges, e lentamente começam a sentir e reconhecer um ao outro em seus corações.


Os bastidores da estória...

Em April Snow, o diretor Heo Jin-ho ousa capturar até mesmo o ar sentido entre os atores. Sem fugir do estilo único de remover completamente o sentido de artificialidade dos seus filmes, ele incorpora um local verdadeiro e retrata os personagens bem adaptados ali.

A produção de April Snow procurou em cada canto do país pela locação perfeita – uma cidade real, mas pouco conhecida, aonde os dois personagens principais irão se encontrar e cruzar seus caminhos. A cidade elegida foi Samchuk, que parece ter sido criada para ser um set em grande escala a espera de April Snow.

Lá, eles encontraram o antigo hospital, com sua atmosfera perfeitamente estranha, apesar de ser o espaço mais real onde os personagens encontram suas verdades desesperadoras. Saindo direto das páginas do roteiro, um pequeno motel também se localizava perto do hospital. Além disso, passando o motel, também estava Jook-suh-roo, uma das mais belas paisagens do leste, bem como uma velha cafeteria, construída sem colunas. Tudo o que o diretor Heon queria em April Snow, incluindo a sensação de solidão irradiando de suas ruas silenciosas, já estava preparado esperando em Samchuk.


Um concerto verdadeiro encontra um filme

Um dos pontos altos de April Snow é a cena do concerto ao ar livre. Durante seus preparativos, a equipe de produção encontrou por acaso uma companhia produtora de trilhas de filmes, chamada M&F, que realizava naquele momento um mega concerto ao ar livre. Foi assim que os produtores resolveram rodar o filme durante o concerto real.


A neve da primavera cai na cena do concerto e capta In-su, o diretor de iluminação, relembrando de um grande amor de vários invernos atrás. A audiência animada, performances ao vivo de famosos músicos coreanos, e a rara neve de primavera caindo do céu como num sonho... Tudo isso se junta para formar uma bela cena, dessas que ficam na memória por muito tempo.

O que faz de April Snow um grande filme não é apenas o talento de diretor e elenco. O diretor de câmera Lee Mo-gae (conhecido pelas imagens sensuais e impactantes do filme A Tale of Two Sisters), o diretor de fotografia Oh Seung-chul, (um mágico da luz, que pinta a tela com seu sentido de frescor), o diretor de arte Park Sang-hoon (que introduziu uma mise-en-scene cativante em Untold Scandal), e o diretor musical Cho Sung-woo, mestre das trilhas sonoras coreanas – todos esses profissionais contribuíram para criar essa pérola do cinema coreano.

O filme é uma grande sinfonia, com a câmera se aproximando dos personagens, e a luz entregando suas emoções, através de um estilo de iluminação natural mais moderno. A locação da cidade de Samchuk, com seu clima decadente, simboliza perfeitamente os sentimentos dos personagens – de solidão, melancolia e desilusão.

Bae Yong-joon (ator, 1972)

Depois de se tornar uma grande estrela em todo o continente asiático graças ao melodrama televisivo Winter Sonata, Bae Yong-joon teve sucesso ao transitar para a tela grande, com o filme Untold Scandal, 10 anos após seu primeiro debut. Ele é um ator dedicado, que se entrega de coração e mente a cada novo desafio. Entretanto, o sucesso absurdo trouxe uma tendência à introspecção, e hoje em dia Bae Yong-joon é um dos artistas mais respeitados e ao mesmo tempo mais misteriosos da Coréia do Sul.

Dramas: Greeting of Love (1994), Six Steps to Say Farewell (1995), Sea Storm (1995), Sunshine of Young People (1995), Papa (1995), First Love (1996), The Barefoot Youth (1998), Did We Really Love Each Other? (1999), Hotelier (2001), Winter Sonata (2002), The Legend (2007), Dream High (2011).

Filmes: Untold Scandal (2003), April Snow (2005).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...