2 de mar de 2013

Hero (drama, 2001)



País de Origem: Japão
Produção: Fuji TV
Gênero: Drama, Policial
Duração: 11 episódios (+1 especial 2006)
Música Tema: “Can You Keep a Secret” Utada Hikaru

Direção: Sawada Kensaku, Suzuki Masayuki, Hirano Shin, Kamon Ikuo
Roteiro: Fukuda Yasushi, Ootake Ken, Hata Takehiro, Tanabe Mitsuru

Elenco: Kimura Takuya, Abe Hiroshi, Matsu Takako, Katsumura Masanobu, Kohinata Fumiyo, Otsuka Nene, KadonoTakuzo, Kodama Kiyoshi.

Resumo

Um ex-delinquente juvenil se torna um promotor de sucesso em Tóquio, graças a seus métodos pouco ortodoxos de trabalho.


Comentário

Hero é um dos maiores sucessos da longa carreira do ator/cantor Kimura Takuya (Priceless) na TV japonesa. Com seu carisma habitual, Kimutaku encarna Kuryu Kouhei, um jovem que, mesmo sem formação universitária (na verdade ele apenas concluiu o ensino fundamental), consegue chegar ao cargo de promotor de justiça. Acontece que no Japão basta uma pessoa passar no exame da ordem dos advogados para poder exercer a profissão.

Ao ser transferido para um escritório da promotoria na capital japonesa, Kuryu obviamente tem de encarar a desconfiança de colegas, policiais, vítimas e até dos suspeitos.


Mas logo fica claro que o jovem tem uma mente brilhante e inquieta. Ao contrário dos colegas promotores, que raramente se arriscam a sair de suas salas no prédio antigo em que advogam, o provinciano Kuryu prefere ir às ruas para investigar os casos que lhe são designados. No começo os colegas ficam incomodados com as andanças do rapaz, mas acabam se envolvendo e entrando no ritmo dele.


A promotora assistente Amamiya (Matsu Takako) é a mais jovem da equipe. Entusiasmada e ambiciosa, ela logo se oferece para auxiliar o novo promotor Kuryu, apesar de já ser assistente do promotor Nakamura Egami (Katsumura Masanobu). 


Nakamura, por sua vez gosta de Amamiya e vive tentando convidá-la para sair com ele. E Amamiya resiste o quanto pode aos encantos do promotor Kuryu, obviamente sem sucesso. Quem resistiria?!


Outros dois promotores assistentes são Suetsugu Takayuki (Kohinata Fumiyo), cuja maior paixão é a dança de salão, e o sorridente Endo Kenji (Yajima Norito), que sempre tem um 'go-con' agendado, embora nunca pareça conseguir namorada.

A promotora Misuzu-san (Otsuka Nene) e o colega Shibayama (Abe Hiroshi) tem um caso em segredo, pois ele é casado.

O baixinho Ushimaru Yutaka (KadonoTakuzo) é promotor chefe que vive estressado com as maluquices de seus subordinados.

Finalmente, temos o Promotor Chefe Nabeshima Toshimitsu (Kodama Kiyoshi), uma espécie de padrinho oculto do jovem Kuryu.


O que chama a atenção é o tom teatral de algumas cenas, especialmente as que se passam no ambiente antiquado do escritório da promotoria. A equipe de colegas do promotor Kuryu funciona como uma espécie de coral grego em cena – trazendo um toque de comicidade e leveza muito bem vindo à série.


Por outro lado, temos o drama e o suspense dos crimes. Muitos dos delitos não são tão graves ou dramáticos, mas a determinação do jovem paladino da justiça Kuryu torna cada caso especialmente importante, pelo fator humano envolvido. Cada estória nos traz uma bela lição de moral – bem ao gosto dos japoneses – que nos faz ponderar sobre a importância de se viver em sociedade de forma honesta e solidária. 



O bom é que os episódios são divertidos e ao mesmo tempo comoventes, graças ao charme absurdo de nosso protagonista. Seria divertido ver Kimura Takuya voltando ao personagem Kuryu Kouhei, e ver se ele continua em forma como herói dos fracos e oprimidos. Como isto dificilmente irá ocorrer recomendo assistir o drama Change, em que se repete a parceria entre Kimura Takuya e Abe Hiroshi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...