20 de mar de 2017

Weightlifting Fairy Kim Bok-Joo (drama, 2016)




País: Coréia do Sul
Gênero: Drama, Escola, Esporte
Duração: 16 episódios
Produção: MBC TV

Direção: Oh Hyeon-jong
Roteiro: Yang Hee-seong, Kim Soo-jin-III

Elenco: Lee Seong-kyeong, Nam Joo-hyeok, Kyeong Soo-jin, Choi Moo-seong, Jang Young-nam, Ahn Kil-kang, Kang Ki-yeong, Lee Jae-yoon-I, Lee Joo-hyeong-II, Jo Hye-jeong, Ji Il-joo, Yoo Da-in, Lee Jeong-eun, Jeong In-gi.

Resumo

Kim Bok-joo é uma jovem levantadora de pesos, cujo sonho é tornar-se uma atleta olímpica. Certo dia, na escola, ela reencontra um amigo de infância, Jeong Joon-hyeong, um nadador com futuro promissor no esporte. Apesar de priorizar a carreira esportiva, aos poucos o casal percebe que esta é a melhor fase da vida para se apaixonar...

Comentário

As roteiristas Yang Hee-seong (Oh My Ghostess, King of High School of Manners) e Kim Soo-jin-III (My Only Love Song) inspiraram-se na vida da atleta de levantamento de peso Jang Mi-Ran, para criar uma estória tão adorável, que mais parece uma fábula, Weightlifting Fairy Kim Bok-joo. A direção, também preciosa, está a cargo do PD Oh Hyeon-jong (A New Leaf).


Lee Seong-kyeong (Doctors) é a jovem levantadora de pesos Kim Bok-joo, cujo único sonho é ser uma grande campeã. Ela reside no campus da Universidade de Educação Física Hanwool, onde se dedica exclusivamente aos exaustivos treinamentos diários. Sua diversão consiste em sair para comer (muito!) e beber com as colegas, Seon-ok (Lee Joo-hyeong-II,- A Quiet Dream), e Jeong Nan-hee (Jo Hye-jeong,- Cinderella and Four Knights). Sua rotina é tranquila, exceto pelas rusgas com as vizinhas de dormitório, as garotas da equipe de ginástica rítmica. Como toda garota de sua idade, Kim Bok-joo gostaria de se apaixonar, mas o cara ideal ainda está para surgir em sua vida... E não parece ser o nadador Jeong Joon-hyeong (Nam Joo-hyeok -, Moon Lovers: Scarlet Heart Ryeo, Who Are You: School 2015), apesar de todas as suas qualidades: beleza, talento, simpatia... Acontece que Joon-hyeong, um amigo de infância, ainda guarda a lembrança de uma Bok-joo gordinha e sapeca, e sente prazer em provocar a garota com piadas inconvenientes, mesmo que sua intenção não seja a de magoá-la. Mas o coração de Bok-joo irá bater mais forte ao conhecer o Dr. Jeong Jae-i (Lee Jae-yoon-I,- Heartless City, Oh Hae-young Again), irmão mais velho de Joon-hyeong.


Kyeong Soo-jin (Plus Nine Boys) é a ginasta Song Si-ho, ex-namorada de Joon-hyeong, que volta ao campus depois de uma tentativa fracassada de entrar para o time olímpico de seu esporte. Song Si-ho, além de perder espaço para as atletas mais jovens, não tem recursos financeiros para preparar-se adequadamente para as competições. Deprimida, ela tenta reatar o namoro com Joon-hyeong.

Muitos espectadores têm preconceito com dramas escolares, por achar que é uma temática voltada exclusivamente ao público jovem, mas nem sempre é o caso. Weightlifting Fairy Kim Bok-Joo é um drama que retrata (e homenageia muito apropriadamente) uma das fases mais importantes e divertidas da vida, o período de transição da juventude para a maturidade, tanto emocional quanto profissional. Para quem já viveu esta fase é mais fácil simpatizar e compreender todas as dificuldades pelas quais os personagens deste drama passam. As incertezas profissionais, os conflitos familiares (quando os pais custam a romper o ‘cordão umbilical’ com os filhos) e, especialmente, os primeiros relacionamentos românticos sérios.


O carinho com que as roteiristas e o PD tratam os personagens, e a honestidade com que os temas são abordados, faz deste um drama tão especial quanto sedutor. Como eu havia comentado em outro post, Kim Bok-joo é uma protagonista que foge totalmente dos padrões de beleza e de caráter da maioria das heroínas retratadas nos dramas coreanos. A atriz Lee Seong-kyeong é uma jovem belíssima, que consegue despir-se de qualquer vaidade para retratar a atleta Kim Bok-joo. À primeira vista, é impossível não ficar espantado, e até achar engraçada a aparência ‘rústica’ de Kim Bok-joo, e de suas colegas da equipe de levantamento de peso. No entanto, aos poucos, o espectador é conquistado pela delicadeza do caráter de Bok-joo, e, como Joon-hyeong, começamos a perceber o quão linda é esta garota de braços de aço, e de coração de ouro.

O drama, além de atores jovens muito talentosos, tem um elenco adulto de luxo... Choi Moo-seong (Answer Me 1988) é o treinador Yoon Deok-man, e Jang Young-nam (A Werewolf Boy) é sua assistente, Choi Seong-eun. Na família de Bok-joo temos Ahn Kil-kang (Chuno), como o pai, Kim Chang-geol, e Kang Ki-yeong (Let´s Fight Ghost), como o jovem tio Kim Dae-ho.


Falando no elenco espetacular do drama, outro aspecto que me agradou muito foi a distribuição democrática do enredo entre os vários personagens, dando oportunidade para que todos tivessem suas estórias contadas, e contribuindo assim, para tornar o drama mais verossímil e envolvente. Muitas roteiristas famosas têm o hábito de criar personagens sem passado, sem família, e muitas vezes até sem amigos, que vivem uma existência artificial dentro de uma moldura imposta pela trama. Claro que fica bem mais fácil conduzir apenas um ou dois personagens, mas confesso que sinto falta, em dramas mais realistas, de ver o background do personagem ser melhor delineado. Nem queria citar nomes, mas a baladada escritora Kim Eun-sook tem, sabidamente, verdadeira ojeriza a dramas familiares (daí dá para entender o grande equivoco que foi o drama Heirs).

Em Weightlifting Fairy Kim Bok-Joo os protagonistas têm família e amigos íntimos, os quais, por sua vez, tem papel importante em suas vidas. Bok-joo é órfã de mãe, mas foi criada com toda a atenção possível pelo pai, Kim Chang-geol, que, apesar de sofrer de uma doença renal crônica, administra um restaurante, com a ajuda do irmão, Dae-ho.


Jeong Joon-hyeong foi abandonado pela mãe na infância, mas teve a sorte de ser acolhido pelos tios (os simpáticos atores Lee Jeong-eun e Jeong In-gi), que o criaram como um filho natural. Seu primo, Jeong Jae-i o trata como um verdadeiro irmão mais velho, pegando no seu pé, é verdade, mas também aconselhando sabiamente o jovem nos momentos difíceis. Joon-hyeong, compreensivamente, sente muita falta da mãe, mas reconhece o valor de sua família postiça.

Weightlifting Fairy Kim Bok-Joo é um drama que cala ao coração, independente de idade ou gênero, e que nos traz um exemplo fantástico de empoderamento feminino, com este personagem magnífico que é a levantadora de pesos, a fada Kim Bok-joo.

2 comentários:

  1. Oi Sam.
    Nossa,como senti sua falta nesses meses que você ficou sem postar.Bem-vinda de volta.
    Olha Weightlifting Fairy Kim Bok Joo foi um drama que me surpreendeu muito e quando acabei senti um misto de prazer,saudade,plenitude...Enfim mais um carinho na alma.
    Não imaginava para onde poderia ir um enredo tão simples a primeira vista.Aos poucos aa histórias dos protagonistas se desenrolavam de um jeito tão gostoso que eu não conseguia mais parar de ver.Bok Joo tão simples tão transparente e ao mesmo tempo tão complexa e doce,lutando com os sentimentos confusos do primeiro amor e do dever para com a família.Chorei junto quando ela se desiludiu com o médico e chorou.A treinadora me fez querer entrar no drama e por as duas no colo.Mulheres fortes mas ainda assim frágeis e cheias de sentimentos...Lindo.
    Não posso mentir não, que amava cada cena com o Joon Hyeong .A beleza,a alegria,o carisma eram contagiantes,a atuação espontânea desse rapaz fez tudo ficar melhor e eu me peguei pensando:Foi ele mesmo que fez Moon Lovers???
    No começo não gostei muito do médico por que achava que ele estragaria o romance dela com Joon Hyeong.Não imaginava que ficaria apenas numa paixão platônica.Depois comecei a entender que ele era apenas um gancho para o romance dos dois atletas.
    O que mais dizer...Me enchi de ternura com a amizade das três meninas,nossa que coisa mais bonita.Assim como o amor do pai e do tio de Bok Joo,embora sendo dois homens,tinham um cuidado meio tosco mas bonito de ver .
    Osts,fotografia,interação do elenco dentro da trama.Além lógico da química suave e despretensiosa do casal principal que foram da amizade ao namoro com uma leveza impressionante,sem toda aquela tensão que costumamos ver nos dramas a cada pegada na mão,a cada toque ...
    Bom,acho que é isso.Se for escrever tudo que acho ,serei barrada,como aconteceu na postagem sobre Nine Time Travels.
    Weightlifting Fairy Kim Bok Joo ficará na minha lista de dramas surpreendentes.Aquele drama pouco divulgado e discreto que simplesmente arrasa.
    Obrigada pela resenha e espero logo ver sua opinião sobre outros dramas como Goblin,Romantic Doctor...
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Anônimo2:44 PM

    Oi Sam, tudo bem?!

    Como sempre concordo com cada virgula da sua analise, não consigo lembrar o ultimo drama que assistir que não via o tempo passar, a cada fim de capitulo meu único pensamento, era, mas já acabou?!

    Se fosse resumir o drama em uma palavra seria ADORÁVEL. Historia adorável, personagens adoráveis, um casal incrivelmente adorável.

    Kim Bok-joo, como não ama-la? Como não acha-la linda, e não estou falando da Lee Seong-kyeong, com aqueles olhos hipnotizantes, era a personalidade, o calor que ela emanava, a bravura com que enfrentava as situações.

    Jeong Joon-hyeong, aaaaaahhh, Jeong Joon-hyeong, ele me fez chora de soluçar, e também me fez gargalhar. Seu amor, amizade e companheirismo com Bok-joo era tão bonito, o que me faz pensar o quanto "nós", precisamos nos "educar", para não "acreditar", que o que vemos na grande maioria dos dramas é o relacionamento perfeito (Isso existe?) não que esse seja o caso, mas comparado aos outros, é uma lufada de ar.

    E continuando sobre o relacionamento deles, Meu Deus, eles se tocavam, se abraçavam, se beijavam (Como um casal jovem e apaixonado) e o mais importante conversavam!!

    Não posso encerrar sem falar/escrever sobre a Song Si-ho, que personagem cheia de nuances, fiquei feliz com o seu final, depois de tudo que ela passou e foi lindo a sua cena de libertação.

    Escrevi, escrevi, e acho que não conseguir expressar o quanto me divertir, o quanto esse drama me deixou com o coração mais quentinho.

    Bjos Sam.

    Fran Oliveira


    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...