23 de jun de 2014

A Simple Life (filme, 2011)


País: China (Hong Kong)
Gênero: Drama
Duração: 118 min.

Produção: Lee Yan Lam
Direção: Ann Hui
Roteiro: Roger Lee, Susan Chan
Fotografia: Yu Lik-wai
Edição: Kwong Chi-Leung

Elenco: Andy Lau, Deanie Ip, Wang Fuli, Anthony Wong, Paul Chun, Qin Hailu.

Resumo

A senhora Ah Tao serviu a família de Roger Lee por quatro gerações. Agora é a vez de Roger retribuir a dedicação da antiga babá, no ocaso de sua vida.

Comentário

O último filme da veterana diretora Ann Hui foi muito comentado, desde sua estreia no Festival Internacional de Cinema de Veneza, em 2011, e posterior trajetória de sucesso entre plateias e festivais de cinema do mundo inteiro. Apesar do sucesso de público e crítica, o filme deve ter sido ignorado por muita gente que não aprecia dramas intimistas, o que é uma pena, já que A Simple Life está longe de ser uma película pesada ou deprimente. O produtor de cinema Roger Lee conta a estória real de sua relação com a senhora Ah Tao, que, mais do que uma empregada da família, foi uma segunda mãe para ele.

A diretora Ann Hui realiza uma obra fantástica, um retrato fiel e emocionante de uma mulher humilde, que viveu para servir aos outros, sem nunca esperar algo em troca. Deanie Ip é Ah Tao, uma mulher que serviu a família Lee durante quatro gerações. Quando os pais do produtor de cinema Roger Lee (Andy Lau) migram para os Estados Unidos, Ah Tao fica com ele em Hong Kong. Roger é um solteirão de hábitos frugais, mas mimado pela mulher que ajudou a criá-lo. Ah Tao mantém o apartamento de Roger impecável e prepara todos os seus pratos preferidos. Apesar de tanta dedicação, nas primeiras cenas do filme temos a impressão de que a relação entre Roger e Ah Tao é um tanto fria e impessoal, mesmo depois de tantos anos de convívio. Entretanto, tudo muda quando Ah Tao fica doente. No retorno de uma de suas viagens ao continente, Roger encontra Ah Tao desmaiada, após ter sofrido um derrame. Com a saúde fragilizada, Ah Tao não tem mais condições de cuidar de Roger, e ele é a única pessoa que pode ajudá-la neste momento difícil.

A Simple Life nos faz pensar sobre a importância da família na vida dos idosos. Será que estamos fazendo o bastante por nossos entes queridos? E será que estamos preparados para a velhice, um momento em que voltamos a depender de outras pessoas, tanto ou mais que na infância? São problemas com os quais não queremos nos incomodar, pois às vezes nos parecem tão distantes... Os mais velhos não deveriam ser encarados como um fardo pelos jovens, mas como aquelas pessoas que um dia apoiaram nossa existência, e que hoje dependem de nosso amor e atenção incondicionais.

A atriz Deanie Ip levou para casa meia dúzia de prêmios de melhor atriz, merecidamente. Sua interpretação é tão potente quanto delicada, por mais contraditório que possa parecer. E a relação pessoal de Deanie Ip com seu afilhado Andy Lau certamente ajudou na transposição para as telas da bonita cumplicidade entre os dois personagens. Aliás, Andy Lau nunca esteve tão maduro e sereno quanto ao interpretar o produtor Roger Lee. Os sentimentos de respeito e ternura compartilhados por Roger e Ah Tao são tão comovedores quanto enaltecedores. E é exatamente esta a maior qualidade desta estória, despertar um sentimento de fraternidade, do que de melhor pode existir no ser humano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...