2 de ago de 2011

Mother (filme, 2009)


País: Coréia do Sul
Duração: 128 min.
Direção: Bong Joon-ho
Roteiro: Bong Joon-ho, Park Eun-kyo
Elenco: Kim Hye-ja, Won Bin, Jin Goo, Yoon Je-moon, Song Sae-byeok

Resumo

Uma mãe, viúva há muito tempo, mora sozinha com seu único filho, Yoon Do-joon, numa vila do interior. Ele é um jovem de 28 anos, que por sofrer de alguma deficiência mental, e é extremamente ingênuo. Após o acontecimento de um terrível assassinato de uma jovem estudante, Do-joon (Won Bin) torna-se o principal suspeito do crime. Não há evidências fortes contra ele, mas a polícia insiste em acusá-lo e o prende. Sem dinheiro para contratar um advogado competente, a mãe de Do-joon resolve se envolver e provar sozinha a inocência do filho.

Comentário

Assistir um filme com a assinatura de Bong Joon-ho é ter certeza de poder apreciar um bom filme. Bong costuma escrever os roteiros de seus filmes, e suas idéias são sempre criativas e frescas, e ele sabe o quão importante é contar uma boa estória, com personagens críveis e empáticos.

Em seu último filme, Mother, ele acerta novamente na escolha do elenco. Insistir na escolha da atriz Kim Hye-ja para o papel principal foi fundamental para o sucesso do filme. Kim Hye-ja (1941) é uma atriz excepcional, e seu rosto devora a tela em cada aparição. São tantos os sentimentos conflitantes que o personagem (a mãe) desperta no espectador, que nos sentimos quase tão exaustos quanto ela no final de sua jornada.

Won Bin (1977) é um jovem ator que gera expectativa e admiração a cada novo papel que interpreta. As garotas que são fãs do belo Won Bin certamente devem ficar chocadas com sua transformação na pele do inocente e atormentado Yoon Do-joon. Esperemos que muitos outros desafios interessantes se apresentem no futuro para esse ator talentoso.

Ao ver o filme, presumi que o diretor de fotografia era o mesmo de Memories of Murder, mas em Mother a direção de fotografia está a cargo de Hong Kyeong-pyo, que já trabalhou em filmes importantes como Il Mare, Taegukgi (o filme que lançou Won Bin à fama!) e mais recentemente, Haunters.

Já na trilha musical, Bong repetiu a parceria com Lee Byeong-hoo, com o qual havia trabalhado em 2006, no filme The Host. Lee Byeong-hoo é um dos compositores de trilhas mais renomados na Coréia, tendo assinado trilhas de filmes famosos como The Tale of Two Sisters e Haeundae.

Também na direção de arte, volta a colaboção com a diretora Ryoo Seong-hee, que já realizou trabalhos brilhantes, não apenas nos filmes de Bong, mas também do grande diretor Park Chan-wook (em Old Boy, I´m a Cyborg... e Thirst).

Para concluir, Mother é certamente um thriller dramático imperdível, embora, na minha modesta opinião, não chegue aos pés do inesquecível Memories of Murder, por enquanto a obra prima de Bong Joon-ho. Mal posso esperar por seu próximo filme!

O diretor e os atores de Mother

O diretor Bong Joon-ho fez revelações divertidas e muito pessoais sobre a escolha dos atores principais do filme Mother.

A percepção do diretor sobre o ator Won Bin estava longe da imagem de rapaz refinado de cidade grande. Sendo ele de Kang-won, Bong Joon-ho sentia que o jovem tinha um estilo mais interiorano. E ele tinha razão, pois antes de debutar no cinema em 1996, Won Bin trabalhou em uma oficina mecânica em Kang-won.


O diretor Bong comenta que ainda há uma imagem de inocência pura em Won Bin. Ele parece mais humano, pois gosta mais de futebol do que de golfe. No filme Mother, Won Bin interpreta um jovem com uma deficiência mental, que é acusado de cometer um assassinato.

E sobre o início da carreira de diretor, Bong comenta que nos anos noventa, quando ele produzia um filme independente, passava os dias num café, quando descobriu que a atriz Kim Hye-ja morava justamente ao lado. Ele passava todo o início de manhã e os finais de tarde perto da casa dela, com a esperança de encontrá-la “por acaso” e pedir que estrelasse seu filme independente. Naquela época ele havia produzido os filmes curta-metragem White Person e Incoherence e por falta de verba, Bong dirigia, escrevia, estrelava e editava suas produções.

Bong lembra que desde seus vinte anos, quando sonhava em fazer filmes, ele queria trabalhar com atores da fama de Byeong Hee-bong e Kim Hye-ja, e esse sonho realizou-se. Enquanto filmava Barking Dogs Never Bite e Memories of Murder, ele aproximou-se da atriz Kim Hye-ja e convidou-a a participar de algum de seus futuros projetos.
 
Mother, estrelando Kim Hye-ja e Won Bin, é a estória de uma mãe que chega a extremos para defender seu filho acusado de um crime.


Prêmios de Mother:

Melhor Filme:
- 2009 Cannes International Film Festival , Un Certain Regard,
- 2010 Asian Film Awards, Hong Kong,
- Best East Meets West Cinema Award at the Santa Barbara International Film Festival,
- Melhor FIlme e Ator Coadjuvante (Won Bin), Blue Dragon Awards,
- Korean Press's Film of the Year Award,

Prêmios de Melhor Atriz para Kim Hye-ja:
- China Golden Rooster and Hundred Flowers Film Festival,
Asia Pacific Screen Awards in Australia,
- Busan Film Critics Awards.

Um comentário:

  1. Já vi Mother e é realmente muito bom, mas assim como vc prefiro memories of murder *.*

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...