30 de mai de 2017

Mistery Queen (drama, 2017)




País: Coréia do Sul
Gênero: Policial, Drama
Duração: 16 episódios
Produção: KBS2 TV

Direção: Kim Jin-woo-I, Yoo Yeong-eun-I
Dir. Fotografia: Kim Kyung-ho, Han Joo-yeol
Roteiro: Lee Seong-min-II

Elenco: Choi Kang-hee, Kwon Sang-woo, Lee Won-geun, Shin Hyun-bin, Ahn Kil-kang, Kim Min-jae, Yoon Hee-seok, Park Byeong-eun, Jang Gwang, Jeong  In-gi, Yang Ik-joon, Jeon Soo-jin, Kim Hyeon-sook.

Resumo

Uma dona de casa e um detetive de polícia formam uma dupla insólita, que se envolve em muitas confusões, enquanto resolve os crimes mais complicados.

Comentário

Só o fato de trazer um personagem feminino como protagonista, não de um drama romântico, mas de um thriller policial, já é um enorme feito da parte de Mistery Queen. Os exemplos de dramas policiais estrelados por mulheres são poucos, - Mrs. Cop, Mrs. Cop 2, Signal, são os títulos que me vem à mente – isto nos dramas coreanos, pois nos dramas japoneses posso citar um número bem maior... Até pensei que Mistery Queen fosse um remake de um drama japonês, o que não é o caso, – a roteirista de Mistery Queen é a novata Lee Seong-min-II – já que os japoneses são grandes aficionados dos romances policiais, e de detetives em geral. Sendo assim, foi uma surpresa muito agradável acompanhar a estória de Yoo Seol-ok, uma dona de casa que sonha em vestir um uniforme de polícia, e usar seu talento único para resolver quebra-cabeças criminais. Yoo Seol-ok segue os passos das grandes mulheres detetives da literatura, com a amabilidade de uma Miss Marple, e um desejo de viver grandes aventuras de uma Modesty Blaise.

E o papel de Yoo Seol-ok cai como uma luva para a naturalmente exótica Choi Kang-hee (Protect the Boss, Glamorous Temptation). Yoo Seol-ok perdeu os pais na adolescência e foi adotada pela melhor amiga de sua mãe, Park Kyeong-sook (Park Joon-geum, de Mask). Seol-ok acaba entrando para a família oficialmente ao casar-se com o filho mais velho de Kyeong-sook, Kim Ho-cheol (Yoon Hee-seok, de The Joseon Shooter). Se, por um lado, Seol-ok ganhou uma nova família, por outro, o casamento prematuro a prendeu a uma rotina tediosa de dona de casa, atendendo aos caprichos da sogra impertinente e da cunhada mimada, Kim Ho-soon (Jeon Soo-jin, Descendants of the Sun). O marido, Kim Ho-cheol é um promotor de justiça respeitado no trabalho, mas que trata Seol-ok com uma frieza e condescendência lamentáveis, embora ela pareça não se importar muito com a ausência física e emocional do marido. Mas Seol-ok encontra uma forma de fugir da prisão doméstica no restaurante da amiga Kim Kyeong-mi (Kim Hyeon-sook, Rude Miss Yong-ae). Numa sala nos fundos do restaurante ela monta um QG para seus estudos de casos criminais. Mas a sede de aventura de Seol-ok é grande e logo ela se envolve nas investigações da estação de polícia do bairro, comandada pelo jovem Hong Joon-oh (Lee Won-geun, de Cheer Up!). As coisas se complicam quando Seol-ok e Hong Joon-oh atrapalham uma tocaia da equipe de combate às drogas, liderada pelo detetive Ha Wan-seung. Kwon Sang-woo (Medical Top Team), encarna com irreverência e charme máximo o detetive de polícia Ha Wan-seung, um homem que persegue os criminosos com uma dedicação obsessiva, quase suicida. Mas, se na superfície Ha Wan-seung é um bruto, no fundo ele tem um coração enorme, e a coragem nobre de um verdadeiro herói. O pior pesadelo de Ha Wan-seung é seu pai, Ha jae-ho (Jang Gwang, de Moonlight Drawn By Clouds), um poderoso e calculista advogado, que faz de tudo bloquear a carreira policial do filho. O velho tenta forçar Ha Wan-seung a casar-se com uma advogada de seu escritório, Jeong Ji-won (Shin Hyun-bin, de Madame Antoine), como se assim pudesse convencê-lo a mudar de vida. Mas o grande objetivo de Ha Wan-seung é prender o mafioso Jang Do-jang (Yang Ik-joon, de It´s Ok, That´s Love), suspeito de ter matado sua antiga namorada. O único apoio de Ha Wan-seung está no seu chefe de equipe, o detetive Bae Gwang-tae (Ahn Kil-kang, de Weightlifting Fairy Kim Bok-joo).


Se a princípio Ha Wan-seung trata Yoo Seol-ok como uma ahjumma excêntrica, não demora muito para que ele perceba o potencial da dona de casa para resolver os crimes mais complexos, e com uma facilidade fora do comum. É inevitável que o casal se reuna para perseguir bandidos, mesmo antes de descobrir sua ligação profunda com um evento trágico do passado de ambos.

O enredo de Mistery Queen é muito envolvente, já que a trama central não ofusca em nada as subtramas, que são os crimes da vizinhança que a “Sherlock de saias” Seol-ok investiga a cada dois ou três episódios. O único grande problema do drama (big spoiler!) é deixar pendente exatamente o mistério central, que é a circunstância da morte dos pais de Seol-ok, e o desaparecimento da noiva de Ha Wan-seung. A desculpa da produção de projetar uma segunda temporada não convence, já que o canal KBS não costuma dar chance para dramas que não sejam garantia de sucesso. Só o tempo dirá se poderemos ver o desfecho da estória, ou se este será o único mistério sem resolução da detetive Seol-ok. Mesmo assim não posso deixar de recomendar calorosamente este drama, com a direção primorosa do PD Kim Jin-woo-I (Healer, Good Doctor), a fotografia espetacular, ou ainda, a melhor trilha musical da temporada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...