17 de jul de 2016

Lucky Romance (drama, 2016)




País: Coréia do Sul
Gênero: Romance
Duração: 16 episódios
Produção: MBC

Direção: Kim Kyeong-hee
Roteiro: Choi Yoon-kyo, Kim Dal-nim (webtoon)

Elenco: Hwang Jeong-eum, Ryu Joon-yeol, Lee Soo-hyeok, Lee Cheong-ah.

Resumo

Shim Bo-nui é uma mulher supersticiosa, que acredita ser a responsável pelo destino trágico de seus familiares. Um xamã convence a jovem de que sua má sorte só será desfeita se ela seduzir um homem nascido no ano do Tigre.

Comentário

Os dramas de primavera têm sempre uma luz especial, e o romantismo irresistível das cerejeiras em flor... Lucky Romance é um destes dramas que aquecem o coração, e deixam apenas boas vibrações no espectador.


Lucky Romance é a estória de uma mulher que vive se escondendo do mundo, com medo de que sua suposta má sorte aflija quem se aproximar dela. Desde criança, Shim Bo-nui (Hwang Jeong-eum) tinha a sensação de que uma maldição pairava sobre sua cabeça, pois os incidentes mais bizarros costumavam a acontecer na sua presença. Com a morte trágica dos pais num acidente de carro, Bo-nui torna-se uma pessoa arredia e supersticiosa. Sem dinheiro para pagar um curso superior, mas com uma inteligência acima da média, a jovem aprende a desenvolver softwares de computador. Mas quando sua irmã caçula Bo-ra (Kim Ji-min) é atropelada e fica em coma, Bo-nui é forçada a encarar vários trabalhos temporários, para pagar as despesas de hospital da menina.


Lee Dal-nim (Lee Cho-hee, de Six Flying Dragons), a única amiga de Bo-nui, trabalha como assistente na Zeze Factory, uma grande empresa desenvolvedora de softwares de videogame. Dal-nim convence a amiga a prestar consultoria para a Zeze Factory, depois de a empresa ter seu último lançamento roubado através de espionagem industrial. Com a crise instalada, eles precisam desenvolver o mais rápido possível um novo produto.


Je Soo-ho (Ryu Joon-yeol), CEO e diretor de projetos da Zeze Factory, é um jovem gênio da informática. Ele é um empresário de sucesso, mas tem um comportamento antissocial que o faz parecer uma pessoa arrogante. Apenas Han Ryang-ha (Jeong Sang-hoon), seu melhor amigo e sócio, sabe que seu temperamento arredio está ligado a um trauma de infância, e à cobrança sofrida, por parte dos pais e professores, sobre sua genialidade precoce.


Como duas mentes brilhantes, mas de alma torturada, é natural que Bo-nui e Soo-ho se sintam atraídos, e ao mesmo tempo, entrem em conflito. Mas tudo se complica quando a saúde da irmã de Bo-nui começa a declinar. Um xamã (Kim Jong-goo) adverte Bo-nui de que só há um modo de salvar a irmã... A mágica irá acontecer quando Bo-nui sacrificar seu próprio corpo, passando uma noite com um homem nascido no ano do tigre (no horóscopo chinês).  Qualquer pessoa normal não levaria a sério tal ritual, mas Bo-nui é muito supersticiosa, e sai a ‘caça’ de um tigre.


Infelizmente, a sorte parece não estar do lado dela, e o único homem próximo é seu novo chefe, Je Soo-ho. Quando Bo-nui toma coragem e faz a “proposta indecente” a Soo-ho, ele fica assustado, para dizer o mínimo... Mas, com o tempo, a oferta começa a tornar-se tentadora, e a guerra de sedução irá inverter-se.

Choi Yoon-kyo, um roteirista iniciante, fez um belo trabalho de adaptação sobre o webtoon Lucky Romance, de Kim Dal-nim. A PD Kim Kyeong-hee (Hero, Gloria) também merece elogios, especialmente pela direção primorosa dos atores. E quando um drama é bom, parece que tudo funciona bem, e a trilha musical se encaixa perfeitamente ao clima delicado e romântico da trama.


Os dois primeiros episódios do drama são um tanto sobrecarregados de informação, e fazem a estória parecer superficial e pouco original... Mas, logo em seguida a trama vai sendo delineada com mais calma, e os personagens revelam-se como criaturas muito complexas e divertidas. Não sei o que acontece com Hwang Jeong-eum (She Was Beauty, Secret, Golden Time), mas ela tem amadurecido a olhos vistos como atriz. Ela está mais bonita e jovial que em dramas mais antigos, e talvez por isso seu romance com o garotão Ryu Joon-yeol seja tão natural e convincente. Aliás, eu estava na expectativa sobre o que Ryu Joon-yeol iria nos apresentar, depois de despertar tantas paixões em Answer Me 1988... E posso garantir que sua ascensão a protagonista foi mais do que merecida. É agradável ver mais uma estrela nascendo nas telinhas coreanas. Parece que o cinema (a porta de entrada do ator) foi uma ótima escola para Ryu Joon-yeol. Que ele continue sua carreira de sucesso, em ambas as mídias!


Se há uma (pequena) reclamação a fazer é o pouco espaço dado a Lee Soo-hyeok (Valid Love), que de co-protagonista, se viu escanteado a mero ator secundário. É realmente uma pena, pois é refrescante ver o ator em um papel mais relax e divertido, como Choi Geon-wook, o amigo de infância de Bo-nui. Quando criança, Geon-wook migrou com a mãe para os EUA, tornou-se um tenista top 10, e adotou o nome Gary. Quando Gary volta à Coréia do Sul, traz consigo sua manager, Han Seol-hee (Lee Cheong-ah). Confesso que não via Lee Cheong-ah desde os tempos de Flower Boy Ramyun Shop, e também lamentei o pouco espaço dado à atriz. Talvez o drama merecesse mais alguns episódios, para dar uma chance aos carismáticos personagens secundários.


Apesar de pequenas falhas, Lucky Romance é um drama caloroso, envolvente, e, o mais importante, traz um par romântico que compartilha um amor tão puro e sincero, que nos faz acreditar que esta coisa de destino pode mesmo acontecer!

6 comentários:

  1. Fran Oliveira5:38 PM

    Oi Sam, tudo bem?

    Esse era um drama que eu estava com muita vontade de ver, muito pelo Ryu Joon-yeol, mas terminei por coloca-lo no fim da minha lista, depois de fazer uma maratona de Kill Me, Heal Me, até tentei ver o primeiro capitulo, mas a voz da Hwang Jeong-eum me impediu de continuar. Mas depois de ler essa review, maravilhosa como sempre, Lucky Romance voltou para o topo.

    Gosto muito da Hwang Jeong-eum, apesar da voz dela, o primeiro trabalho que vir dela, foi Can You Hear My Heart, e venho acompanhando cada trabalho dela com muito interesse, sem falar dos seus cortes de cabelo.

    Bjos Sam, e até o próximo post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe Fran, vou te confessar que não gostava da Hwang Jeong-eum, achava ela muito "esquisitona". Mas, com o tempo, fui aprendendo a admirar esta atriz de beleza tão peculiar... E o lance da voz, acho que ela tem aprimorado sua entonação, que tem se tornado mais suave...Ou sei lá, vai ver que a maturidade tem melhorado sua voz, e sua interpretação. O fato é que sou sua fã desde o melodrama "Secret". E o corte de cabelo dela está fantástico em Lucky Romance!

      bjs,
      Sam.

      Excluir
  2. Oi Sam.
    Novamente feliz por ter mais uma boa opção de drama através do seu blog.
    Amo os trabalhos da Hwang desde Incartanation Of Money,depois Secret e Kill Me,Heal Me(She Wa Pretty não fluiu pra mim).
    Estou realmente ansiosa para ver Lucky Romance que tem sido muito bem avaliado até o momento.
    Agradeço sua resenha,como sempre excelente,e espero logo voltar aqui para deixar meu review.
    Valeu Sam.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Patrícia,
      como eu estava comentando acima com a Fran, gosto muito desta atriz (e o casamento parece ter feito muito bem a ela, que nunca esteve tão bonita!).

      Não esqueça mesmo de passar por aqui e nos dar sua avaliação sobre o drama!
      bjs,
      Sam.

      Excluir
  3. Oi Sam.
    Acabei de ver o último episódio de Lucky Romance há pouco e corri pra cá.
    Mais um drama fofo e muito gostoso de assistir que novamente fez carinho na minha alma(eu estava precisando depois de Another Miss Oh) e que me fez ter esperança de que apesar da falta de bons dramas em 2016 alguns ainda podem nos surpreender...
    Comecei ver esse drama exclusivamente por causa da Hwang Jung que é sem sombra de dúvida ,minha atriz favorita. Mesmo tendo a tão famigerada voz e quase sempre repetindo o corte de cabelo,consegue me cativar a cada novo personagem, a cada nova interpretação...Amo Hwang Jung.
    Iniciei sem muita expectativa para não me decepcionar e como foi bom ver que a cada episódio me via mais presa e empolgada pelo desenrolar da história e de repente já tinha acabado o drama e eu queria mais.
    Gostei muito de ver essa mistura de realidades:uma mulher supersticiosa e um homem que acredita apenas nas coisas cientificamente comprovadas,nossa que legal. Além disso foi gostoso ver uma mulher no universo da tecnologia sendo tão bem sucedida...
    Sinceramente não achei que fosse curtir o protagonista por conta de não seu trabalho e consequentemente acha-lo meio apagado.Nossa!Como me enganei.Pense numa criatura altamente surtada era eu a cada cena desse moço gente.Incrível como ele conseguiu começar o drama totalmente apático e sem vida e aos poucos foi desabrochando com uma desenvoltura tremenda.Cada expressão, cada fala,cada sorriso,cada vez que ele se mostrava apaixonado,cada vez que agia como uma adolescente, e depois como um homem de negócios centrado e bem sucedido...OMG SURTEI MUITOOO!!!Palmas para Ryu Joon Yeol.Muito bom ator.Além de lindo com todo aquele tamanho e cara de cachorro sem dono.
    Ops!!!Voltando ao drama...
    Outro ponto a ressaltar foi a química entre o casal que foi muito boa.Ouvi alguns comentários sobre o fato de Hwang por estar casada a pouco tempo poderia travar nas cenas de romance, mas eu achei que tudo fluiu natuaralmente e apesar dos beijos serem moderados amei muito bacana o romance em si.Muitas cenas fofas e bonitas para se ver.
    Bom, o que mais dizer de um drama que foi quase perfeito?Osts tocantes,cenários externos marcantes e um elenco aparentemente harmonioso.Até da ex (que não era propriamente ex) acabei gostando no final. A questão familiar foi novamente abordada e eu gostei do desenrolar dos pais com a percepção dos erros e a tentativa mudança.
    Mais uma vez Lee Soo Hyuk ficou escondido como mais um secundário que fica sempre sozinho e isso realmente é triste, pois ele já provou que e ótimo ator e merece uma chance de brilhar mais.Desperdício de beleza e talento.Que custava um pouquinho mais de destaque
    No final o saldo para esse drama e mais que positivo, para mim foi uma doce surpresa.Gostei de tudo, final bem leve e despretensioso mas muito bonito.
    É isso.
    Novamente agradeço a você Sam pela resenha que me fez assistir e voltar para dizer: obrigada!!! Amei Lucky Romance.



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Patrícia,

      obrigada por não esquecer da gente e passar aqui para comentar suas impressões sobre o drama!

      Concordo plenamente com todas tuas observações, especialmente sobre o protagonista, Ryu Joon-yeol. Acho ele um dos atores mais promissores de sua geração. Gosto de seu estilo discreto mas eficiente, que vai revelando o personagem aos poucos (como ele o fez em Answer Me 1988). Gosto mais dos atores que não tem uma beleza perfeita, mas que me envolvem pelo charme e inteligência. Tudo de bom mesmo este rapaz!
      E Hwang Jeong-eum é uma queridona mesmo, charmosa, feminina, com uma empatia incrível com seus pares.
      Lucky Romance pode não ser um drama revolucionário, mas é um drama delicado, feminista, e com uma dose de romantismo nada escapista.

      bjs,
      Sam.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...