30 de jul de 2011

Scent of a Woman (novo drama)


Primeiras impressões sobre o drama Scent of a Woman (com alguns spoilers!)

Já está na rede, com legendas em inglês, a estréia do novo drama de final de semana da TV SBS.Depois de assistir os dois primeiros episódios, fiquei razoavelmente satisfeita com o resultado. Como previsto, baseado no trabalho anterior do diretor Park Hyeong-gi (Doctor Champ), o drama tem uma fotografia maravilhosa e um cuidado geral com a produção nota dez. A trilha musical não trouxe nenhuma canção de grande impacto, por enquanto (o drama Doctor Champ tinha uma trilha ótima!).



O episódio 1 transcorreu com certa lentidão, poderia ter tido um ritmo mais ágil. A apresentação dos personagens foi bem superficial. Kim Seon-ah, como a funcionária de uma mega-agência de turismo Lee Yeon Jae, é apresentada como uma mulher solitária, que apesar de viver para o trabalho, não ganha o respeito merecido do chefe ou dos colegas de trabalho, muito pelo contrário, todos a tratam muito mal. Até mesmo a mãe acha que a única chance de felicidade de Yeon Jae é casar-se com um homem rico. Yeon Jae é uma cinderela solteirona, com o clássico look "óculos gigante e cabelo ninho de passarinho". Tudo para acentuar a mudança "dramática" no segundo episódio, para uma linda mulher... Até aí nada de novo.

Kang Ji Wook (Lee Dong-wook) é o herdeiro da empresa de turismo e, além de sua apatia diante da vida em geral, pouco ou nada é relevado sobre ele. Ji Wook assume a direção da empresa do pai apenas por obrigação, aceita casar-se com a filha de um magnata, apenas por obrigação... Não fica esclarecido nos dois primeiros episódios se ele sofre de depressão ou apenas de tédio agudo. Que saudades dos "chaebol" de Secret Garden e Lie to Me... Veremos se o encontro com Yeon Jae vai animar o pobre milionário Ji Woo. 

Já a última parte do segundo episódio traz uma perspectiva de maior humor e romance para Scent of a Woman, e pelos trailers divulgados até o momento, a química entre o casal tem tudo para trazer um maior interesse à estória.

Os interesses românticos secundários...

A noiva de Kang Ji Wook é a jovem milionária Se Kyung, uma jovem mimada e ao mesmo tempo frustrada no amor. Francamente, achei o personagem incrivelmente chato. Parece que ela está ali só para infernizar a vida de Ji Woo.

Mas a maior expectativa, principalmente entre a produção, está na permanencia ou não do ator Uhm Ki Joon na série, pois o mesmo sofreu recentemente um acidente de trânsito, e se for considerado culpado (por DUI) deve ser cortado do drama. Aí fica dificíl saber o que vai acontecer, pois o seu personagem, um médico que na infância foi colega de escola de Yeon Jae, aparentemente é parte importante da trama. Uma pena, pois Uhm Ki Joon é um ótimo ator, além de ser muito charmoso.

ainda em dúvida se vai assistir o drama? uma imagem vale mais que mil palavras...

21 de jul de 2011

Toshinobu Kubota (jpop)


Toshinobu Kubota, a cara “Soul” da música pop japonesa.

A primeira música de Toshinubo Kubota que ouvi foi “Love Rain”, música tema do dorama “Tsuki no Koibito”. Corri atrás para descobrir quem era o autor dessa canção maravilhosa e ao ouvir seu último álbum “Timeless Fly” fiquei impressionada com a qualidade de suas músicas.

Acontece que Kubota tem uma longa carreira, tendo lançado até 2010, um total de 10 álbuns no Japão, 3 álbuns em inglês, além de 4 compilações.

“Toshi” Kubota nasceu  em Shizuoka, Japão.

Ouça:

Timeless Fly, álbum, 2010.



Love Rain (Koi no Ame), single, trilha do dorama “Tsuki no Koibito - Moon Lovers”.


La La La Love song, single, trilha do dorama  “Long Vacation”.

Gold Skool,  novo álbum, será lançado em agosto de 2011.


Links:
http://www.toshikubota.com/e_html/info.shtml
http://bit.ly/nADZHh

15 de jul de 2011

Jeong Jae-yeong no filme “Countdown”


Jeong Jae-yeong, o ator de cinema coreano predileto dessa blogueira, volta à tela grande esse ano com o filme “Countdown”.
Incansável, Jeong já havia estrelado recentemente o filme “Glove”, sobre um time de baseboll de jovens com deficiência auditiva, com roteiro baseado em fatos reais.

Countdown (Coréia do Sul, 2011)

Direção: Heo Jong -ho

Um coletor de dívidas implacável, Tae Geon-ho (Jeong Jae-yeong), está à caça de uma mulher misteriosa, Cha Ha-yeon (Jeon Do-yeon), para executar seu trabalho de sempre.

Ha-yeon é uma estelionatária que acaba de sair da prisão. Traída por um amigo, ela convence Geon-ho a ajudá-la em seu plano de vingança, em troca de muito dinheiro.

Jeon Do-yeon, para quem não lembra recebeu o prêmio de Melhor Atriz no Festival de Cinema de Cannes de 2007, pelo filme Secret Sunshine.

O último reconhecimento como ator para Jeong Jae-yeong foi no ano passado, no Blue Dragon Awards, em que ganhou o prêmio de Melhor Ator pelo excelente filme MOSS.

Os dois atores já haviam colaborado anteriormente no filme de ação "No Blood, No Tears" (2002), do diretor Ryoo Seung-wan.

Ainda não há trailer do filme Countdown, mas você pode ver os trailers e fotos do filme Glove em www.hancinema.net

Touch Korea Event



How well do you know Korea? Come and meet the charms of Korea at Touch Korea! You are warmly invited!


12 de jul de 2011

Asuko March! (drama japonês, 2011)


Drama japonês dos mais agradáveis, que já entrou em nossa lista de melhores do ano, “Asuko March!” conta com apenas nove episódios, e um elenco bem jovem de atores muito talentosos, destacando-se a adorável Takei Emi. E um bando de garotos cheios de energia, que quase levam Takei à loucura!

Formato: Renzoku
Gênero: drama escolar
Duração: 9 episódios
Produção:TV Asahi
Direção: Tamura Naomi, Tsukamoto Renpei, Hibino Akira
Roteiro: Mori Hayashi
Música tema: “Soredemo Shinjiteru” (Funky Monkey Babys)

Elenco:

Takei Emi, como Yoshino Nao
Matsuzaka Tori (Yokoyama Aruto)
Oshima Rio (jovem Aruto)
Kaku Kento (Tamaki Makoto)
Nagayama Kento (Takeuchi Kazuya)
Minami Keisuke (Wajima Go)
Ishida Takuya (Hirose Satomi)
Furukawa Yuki (Kishi Tetsuro)
Kanai Yuta (Murai Hajime)
Arai Yusuke (Hirakawa Koji)
Nishi Yosuke (Watanabe Shinichiro)

Resumo

Yoshino Nao é uma garota que, ao perder a matrícula na escola em que queria estudar, acaba entrando em uma escola técnica chamada “Kenritsu Asuka Kougyou Koukou”, conhecida pelo apelido de "Asuko." De quase duzentos alunos, apenas três garotas freqüentam o ensino médio da Asuko, e Nao é a única em sua classe.



Comentário

Baseado no mangá “Asuko March!" - “Kenritsu Asuka Kougyou Koukou Koushinkyoku” de Akiyama Kaori, esse drama juvenil é uma das boas surpresas da temporada na TV japonesa.

Mesmo quem não curta especialmente os dramas escolares, vai se divertir com os desafios diários da adolescente Yoshino Nao, em uma escola técnica industrial, freqüentada apenas por meninos. Por ser uma escola pública, Asuko é freqüentada em sua maioria por jovens de baixo poder aquisitivo, alguns que já foram expulsos de outras escolas por mau comportamento, e as brigas entre colegas, pelos motivos mais fúteis, ou pelo simples prazer de “sair no braço” são freqüentes. Esse clima de rudez, é claro, apavora a delicada Nao, que apesar de não ser uma menina especialmente mimada, é uma adolescente normal, que sonhava estudar em uma escola “normal”, onde pudesse fazer amizades, ir a festas com os amigos, namorar... E preparar-se para a carreira universitária. Ao entrar na escola Asuko, todos os planos presentes e futuros de Nao parecem estar arruinados. Asuko é uma escola que prioriza o ensino técnico, e sendo assim, quase cem por cento dos alunos quer arrumar emprego em alguma indústria, ao invés de ir para a universidade.

Para piorar a situação, a única outra menina na escola rejeita qualquer tipo de amizade com Nao, inclusive prejudicando a garota em muitas oportunidades. Mas, para compensar, ela faz amizades preciosas e conquista aos poucos, com sua gentileza e simpatia, os garotos “brutos” da escola técnica Asuko.

O que fará Yoshino Nao superar as dificuldades e conquistar o respeito de seus professores e colegas - e o amor de alguns...? É só assistir para desfrutar dessa aventura delicada, emotiva e muito divertida.

5 de jul de 2011

Blind (filme, 2011)


Estréia em agosto, o filme sul-coreano Blind, um thriller que trás no papel principal Kim Ha-neul, atriz de dramas como On Air, Road No.1, e filmes (mais recentes) You Pet, Paradise e My Girlfriend is an Agent.

No filme Blind, uma jovem cega é a única testemunha de um crime brutal. A polícia não acredita no seu depoimento, mas o assassino é uma ameaça real à sua vida.

Kim Ha-neul conta que, para preparar-se para desempenhar o papel, experimentou a cegueira através de exibições, visitando escolas especiais, aprendendo a ler Braille, e até mesmo como caminhar com um cão guia.

Veja o trailer: http://bit.ly/aLLEuH

Como curiosidade de cinéfilo, é interessante lembrar-se de outros filmes de temática muito parecida. Dois filmes que vale à pena ver, ou rever:


Um Clarão nas Trevas (Wait Until Dark, 1967)

Audrey Hepburn , uma mulher que ficou cega há pouco tempo, é aterrorizada em sua casa por bandidos que estão atrás de drogas que acreditam estar em posse dela. Roteiro de Robert Carrington, adaptado da peça de Frederic Knott. Direção de Terence Young, e música de Henry Mancini.  Os grandes atores Alan Arkin e Richard Crenna contracenam com a maravilhosa Audrey Hepburn.

Uma Thurman e Andy Garcia
Jennifer Eight (EUA, 1992)

Um filme que não fez sucesso na época de sua estréia, mas que é um dos meus filmes favoritos no gênero de suspense policial. Uma Thurman está ótima (e linda como sempre) no papel de uma mulher cega, conseguindo expressar de forma convincente toda a força e ao mesmo tempo a fragilidade do seu personagem. Até Andy Garcia não está mal no papel de policial neurótico.

Em Jennifer 8, um policial de Los Angeles (Garcia) se muda para uma pequena cidade do interior, e em seguida se vê envolvido na investigação de um assassinato. No caminho da investigação ele conhece uma mulher cega chamada Helen (Thurman) e sente-se atraído por ela. Destaque no elenco para Lance Henriksen (Millenium),e  John Malkovich. A direção e o roteiro estão a cargo de Bruce Robinson.

Leia um comentário muito positivo sobre este filme em: http://bit.ly/iKqAtu

3 de jul de 2011

Scent of a Woman, novo drama coreano

O casal na praia de Okinawa, Japão
Vem aí o drama coreano Scent of a Woman, estrelado pela queridíssima Kim Seon-ah. Que saudades dessa atriz maravilhosa, que não trabalhava na TV desde o drama The City Hall (2009). As filmagens já começaram e o drama deve estreiar na Coréia do Sul no dia 23 de julho.

Scent of a Woman conta a estória de uma agente de turismo que larga o emprego após descobrir que tem uma suposta doença incurável. De férias no Japão, ela procura pelo significado da vida... e encontra o amor.

O par romântico de Kim Seon-ah é o ator Lee Dong-wook, recém saído do serviço militar. O ator confessou que dois anos sem atuar o deixou um tanto inseguro, mas o apoio de todos no set de filmagem do drama o encorajou bastante e ele sente que o trabalho vai ser ótimo.

Direção e roteiro estão a cargo dos mesmos profissionais do drama Doctor Champ, uma série da qual gostei muito, especialmente a direção; quanto ao roteiro, vamos ver se o Sr. No Ji-seol ganhou algo com a experiência, pois em Doctor Champ os personagens femininos são um tanto irritantes. Ao menos dessa vez eles contam com uma atriz de grande carisma, que é Kim Seon-ah.

Scent of a Woman vai ao ar nos finais de semana (sábados e domingos), pela SBS TV.

Drama: Scent of a Woman (South Korea, 2011)
Direção: Park Hyeong-gi (Dr. Champ; Get Karl! Oh Soo Jung)
Roteiro: No Ji-seol (Dr. Champ)
Elenco: Kim Seon-ah, Lee Dong-wook, Eom Gi-joon, Seo Hyo-rim
Produção: SBS TV

1 de jul de 2011

Shiawase ni Narou yo (drama, 2011)


Para quem acabou de ver o drama coreano Lie to Me, ainda está num clima de romantismo, mas está em dúvida sobre o que assistir a seguir, uma boa pedida é a belíssima produção da Fuji TV, “Shiawase ni Narou yo” (Be Happy!), estrelada pelo astro pop, Katori Shingo (SMAP), com um elenco de apoio pequeno, mas muito afinado.

O que mais me impressionou nesse drama japonês é a qualidade da direção, incluindo fotografia, música, e produção impecáveis. Os personagens são todos muito queridos, é impossível não ter empatia com a maioria deles, mas dá para destacar o sempre maravilhoso Fujiki Naohito, que trabalha em nove entre dez séries nipônicas (exagero, mas nem tanto!). E um ator que rouba todas as cenas em que aparece é o engraçadíssimo Ohkura Koji, como o tímido Komatsubara Susumu. As cenas com Ohkura e Katori interagindo são impagáveis!
E aguarde, em breve, as legendas em português de Shiawase ni Narou yo.

Resumo

A estória de um conselheiro (Katori Shingo) de uma agência de matrimônios, que costuma ser bem sucedido na tarefa de unir pessoas que querem se casar. Um dia aparece na agência uma nova cliente, uma jovem bonita e inteligente (Kuroki Meisa), que desperta a suspeita de alguns. No mesmo momento também surge um advogado rico e bem sucedido (Fujiki Naohito), à procura de uma esposa. Katori começa a se apaixonar por Kuroki, mas, como profissional, precisa encontrar o parceiro ideal para ela.

Ano: 2011
Produção: Fuji TV
Episódios:11
Formato: Renzoku
Gênero: Comédia Romântica
Roteiro: Inoue Yumiko, Asano Taeko
Música Tema: “Not Alone (Shiawase ni Narou yo)”, SMAP
Site Oficial: http://www.fujitv.co.jp/shiawase/


Resumo do Primeiro Episódio (com spoilers!)

Takakura Junpei é um conselheiro de uma agência de matrimônios chamada B-ring. Como um intermediário, ele tem a convicção de que "um romance verdadeiro pode florescer entre duas pessoas, mesmo que elas se encontrem em uma agência de casamento", e orguha-se de ter um índice zero nessas uniões.

Um dia, Yanagisawa Haruna, uma jovem belíssima que trabalha em uma empresa de prestígio vem à B-ring. A colega de trabalho de Takakura, Sakuragi Marika, acha estranho que uma jovem tão bonita venha a uma agência de casamento e tem dúvidas sobre suas intenções.

Quando Takakura atende Yanagisawa, ela especifica uma condição razoável de que qualquer pessoa que possa lhe dar uma vida de conforto serve. Ele pede imediatamente que ela vá embora. Assim é que começa o primeiro encontro dos dois. Bem num momento de fragilidade para ele, ainda abalado com o casamento da ex-namorada com um de seus melhores amigos.

Entretanto, no dia seguinte Yanagisawa Haruna visita a B-ring para devolver a caneta de Takakura que havia levado sem querer. No final, ela acaba sendo finalmente convencida a se inscrever na agência. Takakura prontamente arruma um encontro da jovem com um dos associados. No entanto, o rapaz fica intimidado com a beleza dela e foge do compromisso. Ansioso por agradar a Haruna, Takakura a convida para um encontro simulado, uma espécie de ensaio para um “encontro correto”. Ele então se dá conta de que desfrutou muito da companhia dela. Quando ele visita o seu melhor amigo dentista Ueno Takao, reclamando de uma dor de dentes, Ueno faz pouco caso dele dizendo que a dor é a prova do começo de um novo amor.

Logo em seguida, um homem chamado Yashiro Hidehiko vai até a agência de matrimônios. Ele acaba de casar-se, sua mulher está grávida, então qual o motivo de sua visita? Marika, que suspeita dos antecedentes de Haruna, começa a investigar secretamente seu histórico pessoal. Qual serão as verdadeiras motivações de Haruna? E sentimentos alarmantes por Haruna começam a crescer no coração de Takakura...


Personagens

Katori Shingo, como Takakura Junpei
Um consultor de uma agência de matrimônios, a B-ring. Ele uniu muitos casais, como um “homem que vende a felicidade”. Ele sempre trata seus clientes com cordialidade e alcança bons resultados com uma variedade de técnicas românticas e teorias aprendidas através de auto-estudo.


Kuroki Meisa, como Yanagisawa Haruna
Uma mulher que possui beleza e inteligência. Há um motivo, que ela não pode contar a ninguém, para sua inscrição em uma agência de matrimônio.


Fujiki Naohito, com Yashiro Hidehiko
Um advogado de sucesso, bonito e rico. Ele é um homem perfeito, entretanto, ele cometeu um erro irreversível que o leva até a B-ring.


Naka Riisa, como Sakuragi Marika
Jovem funcionária da B-ring, trabalha com seu ‘senpai’ Takakura. É muito popular entre os clientes homens, por ser graciosa e atrevida. Emocionalmente dependente, se deixa levar mais pelo coração do que pela cabeça. Tem uma queda por Takakura, mas ele parece alienado de seus sentimentos.


Takahata Atsuko, como Takahara Sanae
A mãe de Yanagisawa Haruna. Divorciou-se de Yanagisawa Shogo e saiu de casa, mas está sempre visitando seus filhos, Haruna e Yuji, para lhes dar dinheiro.


Kobayashi Kaoru, como Yanagisawa Shogo
O pai de Yanagisawa Haruna. Ex-presidente de uma empresa de design de moda, está desempregado a dez anos, e à beira da depressão e alcoolismo.


Harada Mieko, como Takakura Mitsue
A mãe de Takakura Junpei. Uma mulher espirituosa e bem humorada, que criou sozinha o filho, após ficar viúva. Trabalha como enfermeira.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...